A apnéia do sono pode ser a causa do infarto do miocárdio ( ataque cardíaco ) que ocorre à noite?

0
264

Um recente estudo , sugere que os pacientes que apresentam um infarto do miocárdio no período da noite ( entre meia noite e seis horas da manhã) , têm uma maior chance de  apresentar a síndrome da apnéia obstrutiva do sono e, que esta doença poderia ser um fator precipitante do infarto do miocárdio.

A síndrome da apnéia obstrutiva do sono  é caracterizada por um estreitamento recorrente , completo ou parcial  , das vias aéreas respiratórias superiores , durante o período do sono. O resultando deste processo são períodos de apnéia ( falta total da respiração ) , queda dos níveis de oxigênio no sangue  , despertares freqüentes e, como conseqüencia , sonolência durante o dia ..

O Dr. Virend Somers da clínica Mayo ( Rochester, Estados Unidos ), autor  deste trabalho, declarou que vários estudos  têm associado a síndrome da apnéia obstrutiva do sono a um maior risco de infarto do miocárdio  , mas que ainda necessitamos de mais provas para que este distúrbio do sono possa ser incluído entre as causas de infarto do miocárdio.

O  estudo avaliou 92 pacientes que sofreram de infarto do miocárdio com horário de início dos sintomas bem definido. A chance de um paciente que apresentou infarto do miocárdio entre a meia-noite e às 6 horas da manhã , de ter síndrome da apnéia do sono ( confirmada pela polissonografia ) , era seis vezes maior comparados com aqueles que apresentaram infarto do miocárdio nas 18 horas restantes do dia. Da totalidade dos pacientes que sofreram infarto entre a meia-noite e às 6 horas da manhã , 91% apresentavam apnéia obstrutiva do sono.

Acreditamos que a apnéia do sono é a causadora dos infartos ocorridos no período noturno nestes pacientes. Entretanto, ainda não sabemos com certeza se apnéia está apenas modificando o horário de um infarto que ocorreria de qualquer forma ou se efetivamente há um aumento em seu risco, independente de outros fatores conhecidos , afima o Dr. Virend Somers. "Eu recomendo que os pacientes que apresentam infarto do miocárdio no período noturno ,  devam ter seu sono avaliado adequadamente e, se for diagnosticada a síndrome da apnéia obstrutiva do sono, um tratamento deverá ser indicado, pois essa medida poderá reduzir o risco de recorrência de novo infarto do miocárdio" , conclui o autor do estudo. 

Fonte: JACC ( 2008 ).

www.portaldocoracao.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here