A Síndrome de Savant é encontrada em 10% dos autistas, dizem cientistas

0
96

A síndrome (conjunto de sinais e sintomas) de Savant é considerada um distúrbio psíquico com o qual a pessoa possui uma grande habilidade intelectual aliada a um déficit de inteligência.As habilidades savants são sempre ligadas a uma memória extraordinária, porém com pouca compreensão do que está sendo descrito.

Encontrada em mais ou menos uma em cada 10 pessoas com autismo e em, aproximadamente, uma em cada 2 mil com danos cerebrais ou retardamento mental, a síndrome de Savant é citada na literatura científica desde 1789, quando Benjamim Rush, o pai da psiquiatria americana, descreveu a incrível habilidade de calcular de Thomas Fuller, que de matemática sabia pouco mais do que contar.  

Langdon usou o termo idiot Savant (sábio idiota), para identificar a síndrome, aceito na época em que um idiota era alguém com QI (quociente de inteligência) inferior a 25. Atualmente, graças aos cerca de cem casos descritos na literatura científica, sabe-se muito mais sobre esse conjunto de habilidades – condição rara caracterizada pela existência de grande talento ou habilidade, contrastando fortemente com limitações que, geralmente, ocorrem em pessoas com QIs entre 40 e 70.

Há ainda muito a ser esclarecido sobre a síndrome de Savant. Os avanços das técnicas de imageamento cerebral, entretanto, vêm permitindo uma visão mais detalhada da condição, embora nenhuma teoria possa descrever exatamente como e por que ocorre a genialidade no portador da Síndrome de Savant.

Mais de um século, desde a descrição original da síndrome, especialistas vêm acumulando experimentos. Estudos realizados por Bernard Rimland, do Autism Research Institute (Instituto de Pesquisa do Autismo), em San Diego (Califórnia,Estados Unidos) vêm corroborar com a tese de que algum dano no hemisfério esquerdo do cérebro faz com que o direito compense a perda. As habilidades savants presentes em pessoas autistas são, mais frequentemente, associadas às funções do hemisfério direito (incluem música, arte, matemática, formas de cálculos, entre outras aptidões), e as habilidades mais deficientes são as relacionadas com as funções do hemisfério esquerdo (incluem linguagem e a especialização da fala).

O hemisfério cerebral esquerdo que controla o lado direito do corpo, tem 186 milhões de neurônios a mais que o direito. Kim Peek, um dos portadores da síndrome de Savant que inspirou o filme Rain Main (protagonizado por Dustin Hoffmann), apresentava agenesia do corpo caloso, ou seja, uma ausência do conjunto de fibras que une os dois hemisférios cerebrais. Ele tem uma memória extraordinária podendo ler um livro em cerca de uma hora e lembrar de aproximadamente 98% daquilo que leu, além de conseguir acessar a informações de cerca de 12 mil livros.

Fontes: pt.wikipedia.org / The Brain- Discover(2009).

www.portaldocoracao.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here