Alcoolismo em SP: Atendimento a dependentes aumentou 119,45% de 2004 a 2007

0
70

A Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo alerta: o número de atendimentos de pessoas em busca de tratamento contra o vício do álcool teve um crescimento de 119,45% entre 2004 e 2007.Os 47 Centros de Atenção Psico-Social (Caps) fizeram 321.162 atendimentos sobre esse problema  em 2007, e 146.344, em 2004.

O aumento no atendimento tem se revelado inclusive entre aqueles cujo vício exige cuidados intensivos, ou seja, diários,  tendo saltado de 125.262, em 2004, para 283.552, em 2007.

Além dos 47 Caps no Estado de São Paulo especializados no tratamento de dependentes de álcool e drogas, sendo nove na capital,  existe ainda o serviço do Cratod. Localizado na região da Cracolândia, na capital paulista, o Cratod mantém atendimento  multidisciplinar, com equipe composta por médicos clínicos e psiquiatras, psicólogos, assistentes sociais e enfermeiros,  para acompanhar o processo de recuperação do paciente. O índice de reabilitação nesse caso é de 30%, o mesmo preconizado pela Organização Mundial de Saúde. Dos atendimentos, 40% são de pessoas em situação de abandono, moradores de rua e albergues.

Para ter acesso ao tratamento para dependência de álcool e drogas, os interessados devem procurar uma Unidade Básica de Saúde (UBS),  para o devido encaminhamento.

Fonte:CREMESP(2009).

www.portaldocoracao.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here