Alterações eletrocardiográficas em atletas devem ser acompanhadas de perto, diz estudo

0
230

Atletas deve ser submetidos a uma avaliação cardiológica inicial, para avaliar se esses indivíduos são elegíveis para a realização de exercícios físicos intensos.

Exames adicionais, como o eletrocardiograma de repouso, teste ergométrico ou teste cardiopulmonar e ainda, o ecocardiograma, são solicitados de  forma rotineira na avaliação desses atletas.

Em um estudo italiano, que incluiu um total de 12.550 atletas bem treinados,  81 atletas apresentavam importantes alterações eletrocardiográficas da repolarização ventricular, mas eram totalmente assintomáticos, e ainda, tinham um exame físico e ecocardiograma (exame que analisa as estruturas do coração por ondas de ultrassom) dentro da normalidade.

Entre esses 81 atletas com eletrocardiograma alterado, 5 acabaram por revelar a presença de cardiomiopatias (doenças do músculo cardíaco) em um seguimento de 10 anos, ao contrário do grupo controle, constituído por 229 atletas com eletrocardiograma normal, onde nenhum as apresentou.

Os autores concluem que estas alterações no eletrocardiograma de atletas podem ser sinais de uma doença  ainda incipiente e que por isso devem ser periodicamente acompanhados.

Fonte: The New England Jounal of Medicine.

Autor: Dr. Tufi Dippe Jr – Cardiologista de Curitiba – CRM/PR 13700.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here