Angina do peito estável*

0
76

A  angina do peito  ou  angina pectoris, é uma dor ou desconforto transitório  localizado na região anterior do tórax,  sentido como  uma sensação de pressão, aperto  ou queimação. A angina do peito  poderá ser chamada de estável, instável ou variante.A  angina do peito estável, é aquela que apresenta sempre as mesmas característica, ou seja, seu fator desencadeante,  intensidade e a sua duração, costumam ser sempre  os mesmos. A angina de peito  ocorre quando o músculo cardíaco (miocárdio),  não recebe uma quantidade  suficiente de sangue e oxigênio. Este processo é chamado de isquemia miocárdica ou isquemia coronariana, pois relaciona-se com as artérias coronárias.

Esta  deficiência de oxigenação pode ser fruto de um aumento das suas necessidades , por uma  diminuição da oferta, ou ainda, por ambos  mecanismos. As necessidades de oxigênio do coração são determinadas pelo seu  grau do esforço de seu funcionamento, isto é, pela freqüência e a intensidade dos batimentos cardíacos.A principal causa  da angina do peito estável  é  a doença arterial coronariana, ou seja, a presença de placas de gordura (ateromas)  na parede das artérias do coração. 

Os  pacientes com angina do peito estável  costumam perceber as crises de  angina  como uma sensação de pressão, aperto ou queimação, na região central do tórax. A dor também pode atingir os ombros ou irradiar-se pela face interna dos membros superiores , costas , pescoço , maxilar ou região superior do abdôme . Muitos indivíduos descrevem a sensação mais como um desconforto ou uma pressão , do que  uma dor propriamente dita. Tipicamente , a angina do peito  é desencadeada pela atividade física, dura alguns poucos minutos (3 a 15 minutos) e desaparece com o repouso ou com o uso de nitratos (vasodilatadores coronarianos).

 

 

COMPARTILHAR
Artigo anteriorAterosclerose*
Próximo artigoGanhe massa muscular
Cardiologista de Curitiba - CRM/PR 13700

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here