Apnéia do sono moderada também pode ser tratada com CPAP, diz estudo

0
151

A síndrome da apnéia obstrutiva do sono (SAOS), é caracterizada por um estreitamento recorrente, completo ou parcial, das vias aéreas respiratórias superiores durante o período do sono. 

O resultando deste processo são períodos de hipopnéia e apnéia (respirações superficiais ou até uma falha total da respiração), com quedas dos níveis de oxigênio no sangue, despertares noturnos frequentes e, como consequência, piora do humor, sonolência e fadiga mental durante o dia.

A pressão positiva contínua nas vias aéreas (CPAP), um aparelho que injeta o ar sobre pressão, através das vias aéreas, é o tratamento de escolha para os casos de SAOS severa. No entanto, este dispositivo também melhora as funções mentais, além de reduzir o grau de sonolência diurna nos casos de SAOS moderados, diz o Dr. Terry Weaver, médico da universidade da Pensilvânia (Estados Unidos).

Um estudo avaliou o efeito do CPAP em  281 pacientes portadores de  SAOS moderada. Metade dos 281 doentes receberam um tratamento com CPAP por oito semanas, e a outra metade usou  um aparelho que simulava os efeitos do CPAP, no entanto, não fornecia qualquer ar sob pressão de forma efetiva.

Após as primeiras oito semanas, os autores do estudo avaliaram as diferenças entre os dois grupos, quanto aos graus de sonolência diurna (através da Escala de Sonolência Epworth) e o perfil do estado do humor (POMS).

A análise dos dados obtidos pelso autores do estudo demonstraram uma melhora significativa destes dois parâmetros (sonolência e humor), entre os pacientes com SAOS moderada e que foram tratados com CPAP.   "O CPAP melhora a qualidade de vida e é uma terapia eficaz também para pessoas com formas mais  leves da síndrome da apnéia obstrutiva do sono," disse o Dr. Weaver.

Fonte:American Thoracic Society Meeting(2009).

www.portaldocoracao.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here