Aspirina previne ataque cardíaco nos homens e derrame cerebral nas mulheres, aponta estudo

0
108

A aspirina é um antiplaquetário (medicamento que inibe a agregação das plaquetas no sangue) usado em pacientes sem doença cardiovascular (prevenção primária), mas que são de alto risco para complicações cardiovasculares (pacientes hipertensos, portadores de anormalidades do colesterol, tabagistas e idosos).

A dose ideal da aspirina deve ser baixa (75mg ao dia).Uma atualização do estudo U.S. Preventive Services Task Force (USPSTF) recomenda o uso da aspirina em dose baixa para homens entre 45 a 79 anos e mulheres entre 55 e 79 anos, visando a prevenção primária do infarto do miocárdio nos homens e  derrame cerebral nas mulheres.

Em homens e mulheres com menos de 45 anos e 55 anos,respectivamente, o benefício não é tão significativo,além disso, a aspirina pode acarretar sangramentos digestivos. Homens e mulheres com 80 anos de idade ou mais, também não apresentam  benefícios comprovados com o uso dessa medicação.

Quem deve usar a aspirina em dose baixa?

Os candidatos ideais para o uso da aspirina em dose baixa são os homens e mulheres, situados nas faixas etárias mencionada acima, e que apresentam maior risco cardiovascular (mais de 20% de chance de um infarto do miocárdio ou morte em um período de 10 anos).O risco  cardiovascular pode ser estimado pelo escore de Framinghan que leva em conta o sexo, idade, colesterol total, HDL ("colesterol bom"), tabagismo e a pressão arterial do indivíduo.  

Fonte:Annals of Internal Medicine(2009).

www.portaldocoracao.com.br  

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here