Atividade física e risco de quedas em homens idosos

0
311

Pesquisadores da Universidade de Oregon (Estados Unidos) realizaram um estudo no qual examinaram a relação entre a prática de atividade física, o desempenho físico e o risco de quedas em homens idosos. Além disso, avaliaram também os tipos de atividades associados ao risco de queda.

O estudo incluiu 5.995 homens com idade igual ou superior a 65 anos. A ocorrência de quedas, no período entre 2000 e 2005, foi avaliada em até 17 questionários trianuais de acompanhamento por participante. O acompanhamento médio foi de 4,5 anos. O risco médio de queda, nos primeiros quatro meses de acompanhamento, foi de 6,6%. O grupo de homens com maior grau de atividade física apresentou maior risco de queda do que aquele grupo com homens menos ativos (risco relativo 18% maior).

Os homens com maior força nos membros inferiores apresentaram risco de queda significativamente reduzido. A separação de componentes do nível de atividade física não mostrou associação entre o risco de queda e as práticas de lazer, mas uma relação positiva com as atividades domésticas.

Fonte: American Journal of Epidemiology.

Autor: Dr. Tufi Dippe Jr – Cardiologista de Curitiba – CRM/PR 13700.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here