Câncer avançado da próstata: Tratamento hormonal aumenta o risco de morte em coronariopatas, sugere estudo

0
177
rak j¹dra

A terapia hormonal associada à radioterapia para o tratamento do câncer avançado da próstata, pode diminuir o risco de morte durante a evolução da doença. No entanto, um estudo recente sugere que em pacientes cardíacos, essa modalidade de tratamento pode aumentar o risco de morte por outras causas.  

Um estudo teve como objetivo principal avaliar se a terapia hormonal aumentaria o risco de morte entre homens com câncer avançado da próstata e doença arterial coronariana (presença de obstruções nas artérias do coração por placas de gordura).Um total de 5.077 homens (idade média de 69,5 anos) portadores de câncer avançado da próstata, foram tratados consecutivamente com terapia hormonal seguida ou não de radioterapia, em um centro especializado em câncer entre os anos de 1997 e 2006. Estes pacientes foram seguidos até julho de 2008.

Após uma minuciosa análise estatística, os pesquisadores  não observaram  um aumento do risco de morte nos homens sem comorbidades (doenças associadas) ou naqueles portadores de um único fator de risco para a doença arterial coronariana (como a hipertensão arterial ou colesterol elevado), no entanto, naqueles com doença arterial coronariana complicada com infarto do miocárdio prévio ou insuficiência cardíaca (coração fraco), a terapia hormonal associou-se a um aumento do risco de morte após cerca de 5,1 anos de acompanhamento clínico.

Os autores do estudo concluem que a terapia hormonal aumenta do risco de morte em homens com câncer avançado de próstata associado a um histórico de doença arterial coronariana complicada com infarto do miocárdio ou insuficiência cardíaca.

Fonte: JAMA(2009).

www.dippe.com.br

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here