Cerca de 65% dos diabéticos morrem por doenças cardiovasculares

0
92

O diabete melito é um dos mais sérios problemas de saúde pública em todo o mundo, não só em função de suas graves complicações agudas e crônicas mas, também, em função dos altos custos sociais e finenceiros que representa.  

O diabete melito é uma das condições médicas com maior crescimento da população afetada em todo o mundo. A Sociedade Brasileira de Diabetes alerta que a população total estimada de diabéticos em todo o mundo é de mais de 251 milhões, sendo que, a cada 5 segundos, um novo caso de diabete é diagnósticado. Cerca da metade dos portadores de diabete melito desconhecem a doença.

Complicações do diabete melito:

-Morte:

O diabete melito é a quarta principal causa básica de morte no Brasil. Apenas 35-40% dos atestados de óbito de diabéticos mencionam a doença. O risco de morte em diabéticos é duas vezes maior que em não-diabéticos.

-Doença cardíaca e derrame cerebral:

Os diabéticos têm chance 2 a 4 vezes maior de desenvolver doença arterial coronariana e derrame cerebral, quando comparados aos não-diabéticos. Cerca de 65% das mortes entre diabéticos são devidos  a doenças cardíacas e derrame cerebral

-Hipertensão arterial:

Cerca de 73% dos diabéticos apresentam hipertensão arterial.

-Retinopatia:

O diabete melito é a principal causa de novos casos de cegueira entre adultos de 20 a 74 anos.

-Doença renal:

O diabete melito é a principal causa de insuficiência renal, sendo responsável por 44% dos casos.

-Neuropatia:

Cerca de 60-70% dos diabéticos apresentam graus variáveis do comprometimento do sistema nervoso. As formas graves de neuropatia diabética são uma importante causa de amputações de membros inferiores.

Fonte: Projeto Diabetes em controle(2009).

www.portaldocoracaoa.com.br 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here