Cirurgia bariátrica e pressão arterial

0
87

A presença de hipertensão arterial, além de outras doenças, como diabete melito e as anormalidades docolesterol (dislipidemias) em portadores de obesidade reforça a indicação da cirurgia bariátrica como uma opção mais definitiva de tratamento. Um estudo realizado na universidade de Pittsburg (Estados Unidos)  procurou avaliar o impacto da cirurgia bariátrica  sobre o peso e a pressão arterial de pacientes obesos.

O estudo incluiu 347 obesos submetidos à gastroplastia com anastomose intestinal em Y de Roux (cirurgia de Capela) ou colocação de banda gástrica (uma espécie de anel que reduz o tamanho do estômago), no período de 1999 à 2001. O primeiro grupo de pacientes, como se esperava (pelo caráter mais restritivo da cirurgia), apresentou uma maior redução do índice de massa corporal: 36%  (versus 29% no grupo da banda gástrica).

Os autores do estudo concluíram que: na análise global dos pacientes operados a cirurgia bariátrica proporcionou uma modesta redução da pressão arterial sistólica e diastólica (pressão máxima e mínima); o efeito redutor da pressão arterial foi mais significativo em pacientes que antes da cirurgia não tomavam medicação antihipertensiva; ao longo do acompanhamento houve uma redução da necessidade de medicação antihipertensiva naqueles que já faziam uso; com o tempo houve uma tendência a elevação da pressão arterial e o reaparecimento do quadro hipertensivo em pacientes que inicialmente tiveram sua pressão arterial normalizada.

Fonte: Archives of Surgery.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here