Cocaína causa um quarto dos ataques cardíacos em jovens, sendo que a minoria faz o eletrocardiograma, diz estudo

0
386

O infarto do miocárdio, popularmente conhecido como ataque cardíaco, geralmente é causado pela presença de aterosclerose (placas de gordura) nas artérias do coração, chamadas de coronárias.

Além da aterosclerose, existem outras causas para essa grave doença. Nos Estados Unidos, crescem os relatos de casos de infarto do miocárdio entre os usuários de cocaína. Estima-se que cerca de 100.000 pessoas por ano neste país procurem os serviços de emergência por intercorrências médicas causadas pelo uso da cocaína e de seus derivados, como o crack.

Uma pesquisa sugere que, apesar da cocaína ser responsável por aproximadamente 25% dos casos de infarto do miocárdio (ataque cardíaco) não fatais em jovens, a maioria dos indivíduos dependentes deste tipo de droga, admitidos no setor de emergência psiquiátrica, não são avaliados em relação a essa complicação potencialmente fetal.

Um estudo recente mostrou que dos 122 pacientes viciados em cocaína, apenas 42% foram submetidos ao exame eletrocardiográfico após serem admitidos no setor de emergência. Contudo, mais de 90% destes pacientes apresentaram alteração neste exame. Além disso, 4 indivíduos (8,2%) mostravam elevações do segmento ST indicativos de infarto do miocárdio em evolução.

Fonte:American Psychiatric Association.

Autor: Dr. Tufi Dippe Jr – Cardiologista de Curitiba – CRM/PR 13700.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here