Depressão pós-parto associa-se à interrupção precoce do aleitamento materno, diz estudo

0
132

Um estudo avaliou a associação entre a depressão pós-parto e interrupção precoce do aleitamento materno exclusivo nos dois primeiros meses de vida.

A amostra do estudo incluiu 429 crianças (com menos de 20 dias de idade) provenientes de quatro unidades de saúde no estado do Rio de Janeiro (Brasil).

Considerou-se como interrupção precoce do aleitamento materno exclusivo a introdução de chá, água, suco, leite artificial ou qualquer outro tipo de alimento líquido. Na avaliação da depressão pós-parto nas mães, utilizou-se um questionário específico (Edinburgh Post-natal Depression Scale).

Os autores do estudo concluíram que os filhos de mulheres com sintomas de depressão pós-parto apresentam um risco relativo 44% maior de interrupção precoce do aleitamento materno exclusivo, nos dois meses de seguimento. Entre mães que amamentam exclusivamente até o primeiro mês de vida, a depressão pós-parto não se associou à interrupção precoce do aleitamento materno exclusivo.

Esses achados reforçam a importância da saúde mental materna no pós-parto. Desta forma, é possível permitir  a continuidade do aleitamento materno exclusivo, ato que sabidamente acarreta inúmeros benefícios para o binômio mãe e filho.

Fonte:Cad Saúde Pública(2008).

www.portaldocoracao.com.br  

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here