Estresse pós-traumático é comum após internação em UTI, diz revisão de estudos

0
218

O transtorno do estresse pós-traumático (TEPT) compreende um conjunto de sintomas físicos e emocionais ligados à ansiedade, e que ocorrem após um evento psicologicamente estressante (eventos traumáticos). Atualmente é o quinto transtorno mental mais comum na prática médica.

Um revisão de vários estudos teve como objetivo principal, avaliar a prevalência do TEPT, bem como os seus fatores predisponentes, em pacientes que estiveram internados em  unidades de terapia intensiva (UTI). Nos indivíduos com diagnóstico do TEPT, a qualidade de vida era avaliada através de um questionário específico, chamado de health-related quality of life (HRQOL). Cerca de 50 estudos foram incluídos nesta grande revisão.

A presença de sintomas relevantes do TEPT eram observados em 22% (1.104 pacientes) dos indivíduos estudados. Os fatores preditivos do desenvolvimento do TEPT após internação em UTI eram:doença psiquiátrica prévia, maior administração de tranqüilizantes na UTI e lembranças de vivências psicóticas (alucinações visuais ou auditivas) durante o período de UTI. Sexo feminino, menor faixa etária e a severidade da doença que ocasionou a internação, eram preditores menos relevantes do TEPT.

A presença do TEPT em sobreviventes de UTI era associada a uma pior qualidade de vida, avaliada pelo HRQOL. Os autores da revisão concluem que a prevalência do TEPT em sobreviventes de UTI é elevada. Estudos futuros são necessários para avaliar as condutas a serem adotadas em uma UTI, com o objetivo de minimizar os risco de desenvolvimento do TEPT. Pacientes que estiveram internados em uma UTI devem ser avaliados quanto a presença de sintomas compatíveis como o TEPT.

Fonte:Gen Hosp Psychiatry(2008).

www.portaldocoracao.com.br

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here