Experimento demonstra um pico de elevação da pressão arterial , entre dois e quatro minutos , após o consumo de um único cigarro

0
71

Sabemos dos inúmeros malefícios causados pelo tabagismo , em especial , um aumento do risco de desenvolvimento das doenças cardiovasculares e dos cânceres. Um estudo  realizado por pesquisadores italianos  há mais de uma década , demonstrou de uma forma objetiva , os efeitos do ato de fumar sobre  a pressão arterial  e o batimento cardíaco.

Dez fumantes sem hipertensão arterial ( normotensos ) , foram instruídos a fumar um cigarro a cada 15 minutos , durante uma hora. Todos os participantes , foram submetidos a uma monitorização contínua da pressão arterial e dos batimentos cardíacos.

Após o primeiro cigarro , observou-se uma elevação quase que imediata da pressão arterial ( tanto da pressão arterial máxima como da pressão arterial mínima ), com um pico de elevação dessas pressões entre 2 e 4 minutos. A pressão arterial manteve-se elevada por 15 minutos , até  o momento que o participante do estudo  fumaria o seu próximo cigarro . Elevações do batimento cardíaco , também foram observadas.

Para uma adequada medida da pressão arterial , recomendamos que os pacientes não fumem cerca de uma hora antes da consulta. O tabagismo tem-se mostrado um forte preditor do desenvolvimento de hipertensão arterial ao longo de um período de acompanhamento aproximado de 10 anos. Além disso , sabemos que o ato de fumar , dificulta o controle da pressão arterial em pacientes hipertensos.

www.portaldocoracao.com.br 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here