Hidroclortiazida ( Drenol – Clorana )

0
63

DRENOL

– Composição:

CADA COMPRIMIDO CONTEM HIDROCLOROTIAZIDA 50 MG.

– Posologia e Administração:

A TERAPIA DEVE SER INDIVIDUALIZADA DE ACORDO COM A RESPOSTA DO PACIENTE. A DOSE DEVE SER AJUSTADA PARA SE OBTER RESPOSTA TERAPEUTICA DESEJADA, BEM COMO PARA DETERMINAR A MENOR DOSE CAPAZ DE MANTER ESTA RESPOSTA. ADULTOS: HIPERTENSAO: DOSE INICIAL: 50-100 MG/DIA DE UMA SO VEZ PELA MANHA OU EM DOSES FRACIONADAS. APOS 1 SEMANA: AJUSTAR A POSOLOGIA ATE SE CONSEGUIR A RESPOSTA TERAPEUTICA DESEJADA SOBRE A PRESSAO ARTERIAL. – OBS.: QUANDO AS TIAZIDAS SAO USADAS COM OUTROS AGENTES ANTI-HIPERTENSIVOS, A DOSE DESTES ULTIMOS DEVE SER REDUZIDA PARA PREVENIR UMA QUEDA EXCESSIVA DA PRESSAO ARTERIAL. EDEMA: DOSE INICIAL: 50-100 MG, 1 A 2 VEZES POR DIA ATE OBTER O PESO SECO DO PACIENTE. DOSE DE MANUTENCAO: VARIA ENTRE 25 A 200 MG AO DIA EM DIAS ALTERNADOS DE ACORDO COM A RESPOSTA DO PACIENTE. – OBS.: COM UMA TERAPIA INTERMITENTE E MENOS FREQUENTE OCORRER DISTURBIOS HIDROELETROLITICOS. LACTENTES E CRIANCAS: FAIXA ETARIA/DOSE DIARIA TOTAL: ATE 2 ANOS: 12,5-25 MG (¼ – ½ COMPRIMIDO) FRACIONADA EM 2 VEZES. 2 A 12 ANOS: 25-100 MG (½ – 2 COMPRIMIDOS) FRACIONADA EM 2 VEZES. A DOSE DIARIA USUAL DEVE SER BASEADA EM 2 A 3 MG/KG DE PESO CORPORAL OU A CRITERIO MEDICO, DIVIDIDA EM 2 TOMADAS.

– Precauções :

DEVE SER USADO COM CAUTELA EM PACIENTES COM DOENCA RENAL SEVERA, POIS OS TIAZIDICOS PODEM PRECIPITAR O APARECIMENTO DE AZOTEMIA NESTES PACIENTES. OS TIAZIDICOS DEVEM SER USADOS COM CUIDADO EM PACIENTES COM INSUFICIENCIA HEPATICA OU DOENCA HEPATICA PROGRESSIVA, POIS PEQUENAS ALTERACOES NO BALANCO HIDROELETROLITICO DESSES PACIENTES PODEM PRECIPITAR O COMA HEPATICO. DEVE-SE PROCEDER A AVALIACAO PERIODICA DOS ELETROLITOS SERICOS. TODOS OS PACIENTES EM USO DE TIAZIDICOS DEVEM SER OBSERVADOS CUIDADOSAMENTE QUANTO AO APARECIMENTO DE SINAIS CLINICOS DE DISTURBIOS HIDROELETROLITICOS, PRINCIPALMENTE HIPONATREMIA, ALCALOSE HIPOCLOREMICA E HIPOCALEMIA. PODE OCORRER HIPERURICEMIA OU MESMO GOTA EM CERTOS PACIENTES RECEBENDO TIAZIDICOS. AS NECESSIDADES DE INSULINA NOS PACIENTES DIABETICOS PODEM AUMENTAR, DIMINUIR OU PERMANECEREM INALTERADAS. DIABETES LATENTE PODE SE MANIFESTAR DURANTE O TRATAMENTO COM OS TIAZIDICOS. REACOES DE SENSIBILIDADE PODEM OCORRER EM PACIENTES COM OU SEM HISTORIA DE ASMA ALERGICA OU BRONQUICA. OS TIAZIDICOS ATRAVESSAM A BARREIRA PLACENTARIA. PORTANTO, SEU USO EM MULHERES GRAVIDAS REQUER AVALIACAO DOS BENEFICIOS CONTRA OS POSSIVEIS RISCOS PARA A MAE E PARA O FETO. ESTES RISCOS INCLUEM ICTERICIA FETAL OU NEONATAL, TROMBOCITOPENIA E POSSIVELMENTE OUTRAS REACOES ADVERSAS QUE TENHAM OCORRIDO NO ADULTO. OS TIAZIDICOS SAO EXCRETADOS PELO LEITE MATERNO. ASSIM, SE O USO FOR CONSIDERADO ESSENCIAL, A PACIENTE DEVE INTERROMPER A AMAMENTACAO, E INSTITUIR UM METODO ALTERNATIVO DE ALIMENTACAO PARA O LACTENTE.

– Reações Adversas:

GASTRINTESTINAIS: ANOREXIA, DESCONFORTO GASTRICO, NAUSEAS, VOMITOS, CONSTIPACAO, ICTERICIA COLESTATICA, PANCREATITE. SISTEMA NERVOSO CENTRAL: VERTIGENS, PARESTESIAS, CEFALEIAS. HEMATOLOGICAS: LEUCOPENIA, AGRANULOCITOSE, TROMBOCITOPENIA, ANEMIA APLASTICA, ANEMIA HEMOLITICA. CARDIOVASCULARES: HIPOTENSAO ORTOSTATICA (PODE SER POTENCIALIZADA PELO ALCOOL, BARBITURICOS OU NARCOTICOS). HIPERSENSIBILIDADE: PURPURA, FOTOSSENSIBILIDADE, URTICARIA, ERUPCAO DA PELE, REACOES ANAFILATICAS. OUTRAS; HIPERGLICEMIA, GLICOSURIA, HIPERURICEMIA, FRAQUEZA, ESPASMO MUSCULAR. SEMPRE QUE AS REACOES ADVERSAS FOREM MODERADAS OU GRAVES, A DOSE TIAZIDICA DEVE SER REDUZIDA OU A TERAPIA INTERROMPIDA.

– Contra-indicações :

ESTA CONTRA-INDICADO EM PACIENTES COM ANURIA E NAQUELES QUE APRESENTEM HIPERSENSIBILIDADE A ESTA OU A OUTRAS DROGAS DERIVADAS DA SULFONAMIDA.

– Indicações :

DRENOL E INDICADO NO TRATAMENTO DA HIPERTENSAO ARTERIAL, QUER ISOLADAMENTE OU EM ASSOCIACAO COM OUTRAS DROGAS ANTI-HIPERTENSIVAS NOS CASOS MAIS SEVEROS DE HIPERTENSAO. ESTA INDICADO TAMBEM NO TRATAMENTO DOS EDEMAS ASSOCIADOS COM INSUFICIENCIA CARDIACA CONGESTIVA, CIRROSE HEPATICA E COM A TERAPIA COM CORTICOSTEROIDES OU ESTROGENOS. DRENOL TAMBEM E EFICAZ NO EDEMA RELACIONADO A VARIAS FORMAS DE DISFUNCAO RENAL, COMO SINDROME NEFROTICA, GLOMERULONEFRITE AGUDA E INSUFICIENCIA RENAL CRONICA.

– Apresentação:

EMBALAGENS COM 30 COMPRIMIDOS.

www.portaldocoracao.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here