Teste de esforço em indivíduos assintomáticos

0
237

O teste de esforço ou teste ergométrico é o registro da atividade elétrica do coração durante a prática de um esforço físico. Além dos achados do eletrocardiograma durante o esforço, este teste permite ainda avaliar o comportamento da pressão arterial, os sintomas do paciente e a sua aptidão física.

Uma das finalidades do teste de esforço é detectar a presença e, o risco de complicações, da doença arterial coronariana (obstrução das artérias do coração por placas de gordura, chamadas de ateromas). Angina do peito, infarto do miocárdio, insuficiência cardíaca (morte fraca) e morte súbita, são algumas das possíveis manifestações da doença arterial coronariana.

Neste contexto, o teste de esforço deverá ser indicado em alguns grupos de indivíduos, mesmo sem sintomas (assintomáticos):

– Em homens assintomáticos com mais de 45 anos de idade e que apresentam fatores de risco para a doença arterial coronariana (colesterol total elevado, hipertensão arterial, tabagismo, diabete melito e histórico familiar infarto do miocárdio ou morte súbita em um parente de primeiro grau com menos de 60 anos de idade). O mesmo raciocínio vale para as mulheres com mais de 55 anos (menopausadas).

– Em pacientes com diabete melito com mais de 35 anos, diabéticos do tipo 2 há mais de 10 anos, diabéticos do  tipo 1 há mais de  15 anos e diabéticos com complicações microvasculares (retinopatia, doença renal ou neuropatia).

– Em pessoas assintomáticas que desejem iniciar um exercício físico vigoroso (atividade desportiva) ou que tenham uma profissão que coloque em risco outras pessoas (piloto de avião, por exemplo).

Fonte:American Family Physician.

Autor: Dr. Tufi Dippe Jr – Cardiologista de Curitiba – CRM/PR 13700.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here