Insuficiência cardíaca, depressão e qualidade de vida em idosos

0
361

Nos portadores de insuficiência cardíaca (coração fraco) a presença de sintomas depressivos  afeta mais a qualidade de vida desses pacientes do que os  próprios sintomas da doença. Essa é a constatação de pesquisadores da Alemanha.

Um estudo realizado com 167 pacientes  portadores de insuficiência cardíaca, média de idade de 68,5 anos, pesquisou a presença de sintomas depressivos através da escala Patient Health Questionaire ( PHQ-9 ).  Os dados relativos à qualidade de vida foram obtidos através de um questionário conhecido com SF-36.

A análise dos dados revelou que a presença de doenças associadas, e o grau da insuficiência cardíaca não explicavam todos os elementos que afetavam o nível de qualidade de vida desses pacientes .

A intensidade dos sintomas depressivos era o maior determinante da saúde mental, vitalidade e funcionamento social desses indivíduos, agindo de uma forma independente a outros fatores relativos à gravidade da doença.

A conclusão dos autores é que o cardiologista deve estar atento a presença de sintomas depressivos em idosos portadores de insuficiência cardíaca, pois estes são os principais determinantes da queda da qualidade vida em algumas esferas, como a saúde mental e vitalidade.

Fonte: J Card Fail.

Autor: Dr. Tufi Dippe Jr – Cardiologista de Curitiba – CRM/PR 13700.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here