Levantamento americano questiona níveis ideais do “colesterol ruim”

0
141

Sabemos que níveis elevados do LDL-colesterol (chamado de "colesterol ruim") e níveis reduzidos do HDL-colesterol (chamado de "colesterol bom"), são importantes fatores de risco para o desenvolvimento da doença arterial coronariana (presença de placas de gordura na parede das artérias do coração).

O controle destes parâmetros metabólicos é parte fundamental no processo de prevenção das doenças cardiovasculares, como a angina do peito e o infarto do miocárdio. Um recente levantamento americano demonstrou que cerca de 75% dos pacientes internados em hospitais americanos – vítimas de doença arterial coronariana aguda, como a angina do peito e o infarto do miocárdio –apresentam níveis do LDL-colesterol abaixo de 130mg/dl, considerados aceitáveis pelas diretrizes médicas que abordam este assunto.

Estes dados foram apurados pela American Heart Association (AHA), avaliando os valores do LDL-colesterol de 48.093 pacientes admitidos em hospitais americanos por doença arterial coronariana aguda, que não apresentavam histórico prévio deste tipo de doença ou ainda, de diabete melito. Nesses pacientes, o nível aceitável do LDL-colesterol costuma ser abaixo de 130mg/dl.

Outra constatação da AHA é que os níveis do HDL-colesterol estavam abaixo dos níveis ideais (40mg/dl ou mais), na maioria  destes pacientes. Os autores do levantamento concluem que os valores ideais do LDL-colesterol, devam ser reavaliados com novos estudos, bem como ressaltam a necessidade do desenvolvimento de novos medicamentos, seguros e eficazes, visando à elevação dos níveis do HDL-colesterol.

Fonte: Am Heart J (2009).

Texto revisado por Nícia Padilha.

www.portaldocoracao.com.br  

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here