Maior risco cardiovascular em portadores de enxaqueca, dizem pesquisadores dinamarqueses

0
450

Pessoas que sofrem de enxaqueca apresentam um risco maior de desenvolver doenças cardiovasculares. Essa é a constatação de um estudo realizado por pesquisadores do Hospital Universitário de Aarhus (Dinamarca).

O risco cardiovascular parece ser maior no primeiro ano após o diagnóstico de enxaqueca, mas parece persistir em menor intensidade por até duas décadas. A enxaqueca é uma forma de cefaleia recorrente (dor de cabeça), que afeta cerca de 15% das pessoas, principalmente mulheres.

Para realizar o estudo, os pesquisadores dinamarqueses reuniram informações de pacientes tratados em hospitais e clínicas na Dinamarca entre 1995 e 2013. Os investigadores reuniram cerca de 51.000 pacientes com enxaqueca e 510.000 pacientes sem enxaqueca (grupo de controles).

Os achados mostraram que pacientes com enxaqueca apresentavam, mais frequentemente doenças cardiovasculares, no entanto, uma relação de causa e efeito não foi comprovada.

Segundo os pesquisadores, para cada mil pessoas:

-25 pacientes com enxaqueca tiveram um infarto do miocárdio em comparação a 17 pessoas sem enxaqueca.

-45 pessoas que sofrem de enxaqueca tiveram um acidente vascular cerebral versus 25 pessoas sem enxaqueca.

-47 pessoas com enxaqueca desenvolveram arritmia cardíaca versus 34 pessoas sem enxaqueca.

A associação entre enxaqueca e doenças cardiovasculares continuou mesmo depois dos pesquisadores considerarem outros fatores de risco que poderiam gerar confusão na análise dos resultados, como obesidade, hipertensão, diabete melito ou tabagismo.

Fonte: British Medical Journal.

Autor: Dr. Tufi Dippe Jr – Cardiologista de Curitiba – CRM/PR 13700.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here