Medicamentos antiplaquetários : ácido acetilsalicílico ( aspirina ) e clopidogrel

0
782

As plaquetas são elementos do sangue que executam três funções :  aderir às estruturas que ficam expostas quando a parede do vaso sanguíneo é  lesada ( adesão primária ) ,  agregam-se a outras plaquetas previamente depositadas para formar  coágulos ( adesão secundária ) e  secretam substâncias que agem sobre outras as plaquetas e também sobre o endotélio ( revestimento interno dos vasos ) e o sistema de coagulação. Os medicamentos antiplaquetários atuam  através de diversos mecanismos , diminuindo as ações das plaquetas. Estes podem ser administrados  por  via oral  (  os principais são o ácido acetilsalicílico ou aspirina , a ticlopidina e o clopidrogrel  ) ou serem usados de forma injetável ( por exemplo , os inbidores da GP IIb III A , como o tirofibam e abciximab ).

Aspirina ( ácido acetilsalicílico ) :

– Mecanism

Aspirina Prevent  apresentada na forma de comprimidos de libera ent com revestimento resistente a  nas dosagens de 100 e 300 mg de  acetilsalic em embalagens com 30 comprimidos.

– COMPOSI

100 mg – cada comprimido cont 100 mg de  acetilsalic
300 mg – cada comprimido cont 300 mg de  acetilsalic
Componentes inertes: celulose, amido,  metacr laurilsulfato de s polissorbato, talco e citrato
de trietila.

– Mecanismo de ação:

Aspirina  contém  a substância ativa  ácido acetilsalico O  acetilsalic tem, entre outras, a capacidade de evitar o agrupamento das plaquetas, componentes do sangue que agem na forma dos co sang Ao inibir o agrupamento das plaquetas, o  acetilsalic previne a forma de co (trombos) nos vasos sang evitando assim certas doen cardiovasculares.

– POR QUE ESTE MEDICAMENTO FOI INDICADO?

Aspirina Prevent  indicada para diminuir o agrupamento das plaquetas, principalmente: na angina de peito inst (dor no peito causada pela m circula do sangue nas art coron no infarto agudo do mioc para redu do risco de novo infarto em doentes que j sofreram infarto (preven de reinfarto); ap cirurgias ou outras interven nas art (por ex., cirurgia de ponte de safena); para evitar a ocorr de dist transit da circula cerebral (ataque de isquemia cerebral transit e de infarto cerebral ap as primeiras manifesta (paralisia transit da face ou dos m dos bra ou perda transit da vis Nota: Este medicamento n  adequado para o tratamento da dor.

    QUANDO N DEVO USAR ESTE MEDICAMENTO?

CONTRA-INDICA
N tome Aspirina Prevent se: for al ao  acetilsalic ou a salicilatos ou a qualquer dos ingredientes do medicamento (se n tiver certeza se  al ao  acetilsalic consulte o seu m tiver tend para sangramentos; tiver  do est ou do intestino; j tiver tido crise de asma induzida pela administra de salicilatos ou outras subst semelhantes; estiver em tratamento com metotrexato em doses iguais ou superiores a 15 mg por semana; estiver no  trimestre de gravidez.
ADVERT Nos casos seguintes Aspirina Prevent s deve ser usada em caso de absoluta necessidade e sob cuidados especiais. Consulte um m se alguma das situa abaixo for o seu caso ou j se aplicou no passado. O uso de Aspirina Prevent requer cuidados especiais nas seguintes condi alergia a outros medicamentos analg antiinflamat e anti-reum ou presen de outras alergias; uso de medicamentos anticoagulantes, por exemplo derivados da cumarina e heparina (exceto se a heparina for utilizada em doses baixas); asma br dist g ou duodenais cr ou recorrentes e  gastrintestinais; mau funcionamento do f ou dos rins. Gravidez e amamenta Voc deve informar o seu m se engravidar durante tratamento prolongado com Aspirina Prevent.
Nos dois primeiros trimestres da gravidez, voc s dever usar Aspirina Prevent por recomenda m em casos de absoluta necessidade. Voc n deve tomar Aspirina Prevent nos  tr meses de gravidez por risco de complica para a m e para o beb durante o parto. Pequenas quantidades do  acetilsalic e de seus produtos de metabolismo passam para o leite materno. Como at o momento n se relatou nenhum efeito prejudicial para os beb voc n precisa parar de amamentar se usar Aspirina Prevent em doses di que n ultrapassem 150 mg por dia. Se houver necessidade de tratamento com doses maiores (mais de 150 mg por dia), voc deve interromper a amamenta Crian e adolescentes CRIAN OU ADOLESCENTES N DEVEM USAR ESTE MEDICAMENTO PARA CATAPORA OU SINTOMAS GRIPAIS ANTES QUE UM M SEJA CONSULTADO SOBRE A S DE REYE, UMA DOEN RARA, MAS GRAVE, ASSOCIADA A ESTE MEDICAMENTO.
Em caso de doen febril, a ocorr de v prolongado pode ser sinal de s de Reye, uma doen que pode ser fatal, exigindo assist m imediata.

– PRECAU

Pacientes que sofrem de asma, de rinite al sazonal, de p nasais ou de doen cr do trato respirat principalmente se acompanhadas de sintomas de rinite al sazonal, ou pacientes que sejam al a qualquer tipo de analg antiinflamat ou anti-reum correm risco de sofrer crises de asma (asma por intoler a analg O mesmo se aplica a pacientes que apresentam alergias a outras subst como rea de pele, coceira e urtic Aspirina Prevent n deve ser usada por muito tempo em doses altas sem aconselhamento de um m Condu de ve e utiliza de m Aspirina Prevent n afeta a capacidade de dirigir ve ou operar m

– INTERA MEDICAMENTOSAS

Uso de Aspirina Prevent com outros medicamentos Algumas subst podem ter seu efeito alterado se tomadas com Aspirina Prevent ou podem influenciar o seu efeito. Esses efeitos tamb podem estar relacionados com medicamentos tomados recentemente. Aspirina Prevent aumenta: o efeito de medicamentos anticoagulantes (por ex. derivados de cumarina e heparina); Libera ent o risco de hemorragia gastrintestinal se for tomada com  ou medicamentos que contenham cortisona ou seus derivados; o efeito de certos medicamentos usados para baixar a taxa de a no sangue (sulfonilur
os efeitos desejados e indesejados do metotrexato; o n sang de digoxina; o efeito do  valpr um medicamento usado no tratamento da epilepsia.
Aspirina Prevent diminui a a de: medicamentos para o tratamento da gota, que aumentam a excre de   (por ex. probenecida, sulfimpirazona).
O ibuprofeno pode interferir nos efeitos ben de Aspirina Prevent. Os pacientes que estiverem sob tratamento com  acetilsalic e tomarem ibuprofeno para o al de dor devem informar seus m Portanto, Aspirina Prevent n dever ser usada sem orienta m junto com uma das subst acima.
Deve-se evitar tomar bebidas alco durante o uso de Aspirina Prevent.

INFORME AO M O APARECIMENTO DE REA INDESEJ SE VOC EST FAZENDO USO DE ALGUM OUTRO MEDICAMENTO OU SE ESTIVER TOMANDO ASPIRINA PREVENT ANTES DE QUALQUER CIRURGIA.

N USE MEDICAMENTO SEM O CONHECIMENTO DO SEU M PODE SER PERIGOSO PARA SUA SA

– COMO DEVO USAR ESTE MEDICAMENTO?

Aspecto f Aspirina Prevent  um comprimido redondo e branco.Caracter organol Aspirina Prevent  um comprimido sem cheiro.

– DOSAGEM

Deve-se tomar a quantidade de comprimidos indicada pelo m nas seguintes situa
Para reduzir o risco de mortalidade em pacientes com suspeita de infarto agudo do mioc 100 a 200 mg por dia ou 300 mg em dias alternados. O primeiro comprimido deve ser mastigado, para se obter absor rPara reduzir o risco de incid de novo infarto e mortalidade em pacientes com antecedente de infarto do mioc 100 a 300 mg por dia. Para a preven secund de derrame: 100 a 300 mg por dia. Para reduzir o risco de ataques isqu transit (AIT) e derrame em pacientes com AIT: 100 a 300 mg por dia. Para reduzir o risco de incid e morte em pacientes com angina do peito est e inst 100 a 300 mg por dia. Para preven do tromboembolismo ap cirurgia vascular ou outras interven 100 a 300 mg por dia.
Para a preven de trombose venosa profunda e embolia pulmonar ap imobiliza prolongada: 100 a 200 mg por dia ou 300 mg em dias alternados.
Para reduzir o risco de primeiro infarto do mioc em pessoas com fatores de risco cardiovascular, p.ex. diabete melito, hiperlipidemia (aumento dos lip no sangue), hipertens (press alta), obesidade, tabagismo, idade avan 100 mg por dia ou 300 mg em dias alternados.
Como usar: tome Aspirina Prevent com l N tome Aspirina Prevent com o est vazio.

SIGA A ORIENTA DE SEU M RESPEITANDO SEMPRE OS HOR AS DOSES E A DURA DO TRATAMENTO.

Se esquecer de tomar Aspirina Prevent, n tome mais comprimidos na pr vez; simplesmente continue o tratamento como recomendado.
Dura do tratamento: Aspirina Prevent destina-se a tratamento de longo prazo. Seu m lhe dir por quanto tempo voc dever tomar Aspirina Prevent.

N USE MEDICAMENTO COM PRAZO DE VALIDADE VENCIDO. ANTES DE USAR, OBSERVE O ASPECTO DO MEDICAMENTO.

– QUAIS OS MALES QUE ESTE MEDICAMENTO PODE CAUSAR?

Como qualquer medicamento, Aspirina Prevent pode provocar os seguintes efeitos indesej Efeitos comuns: dor no est e sangramento gastrintestinal leve (micro-hemorragias). Efeitos ocasionais: n v e diarr Casos raros: podem ocorrer sangramentos e  do est rea al em que aparece dificuldade para respirar e rea na pele, principalmente em pacientes asm e anemia ap uso prolongado, devida a sangramento oculto do est ou intestino.
Casos isolados: podem ocorrer altera da fun do f e dos rins, queda do n de a no sangue e rea cut graves. Informe imediatamente o m o aparecimento de fezes pretas, sinal de s hemorragia no est Doses baixas de  acetilsalic reduzem a excre de   e isso pode desencadear ataque de gota em pacientes com esse risco. Tonturas e zumbidos, particularmente em idosos e crian podem indicar s envenenamento (ver Superdose). Se ocorrer qualquer uma dessas rea indesej ou ao primeiro sinal de alergia, voc deve parar de tomar Aspirina Prevent. Informe o m que decidir quais medidas devem ser adotadas.

– O QUE FAZER SE ALGU USAR UMA GRANDE QUANTIDADE DESTE MEDICAMENTO DE UMA S VEZ?

Se algu tomar uma dose excessiva, poder ocorrer efeitos indesej como tontura e zumbido, sobretudo em crian e idosos. Esses sintomas podem indicar envenenamento grave. No caso de superdose contate seu m que decidir sobre as medidas necess de acordo com a gravidade da intoxica Se poss leve a embalagem com os comprimidos.

– ONDE E COMO DEVO GUARDAR ESTE MEDICAMENTO?

Os comprimidos devem ser guardados na embalagem original, em temperatura ambiente (15-30‹C). Os comprimidos devem ser protegidos da umidade, portanto s devem ser retirados da embalagem na hora de tomar.

www.portaldocoracao,com.br

Clopidogrel:

O clopidogrel é um potente inibidor da agregação das plaquetas. Inibe  a ligação do ADP ao seu receptor nas plaquetas e , a subseqüente ativação do complexo glicoproteico GP IIb/IIIa . Clopidogrel é rapidamente absorvido após administração oral de doses repetidas de 75 mg de clopidogrel , com níveis no sangue , do principal metabólito circulante( o ácido carboxílico ) , em aproximadamente uma hora após a administração do medicamento.

– Indicações :

O clopidogrel está indicado para a prevenção de eventos ligados as complicações das placas de ateroma  ( placas de gordura que se rompem , formando coágulos ) : infarto agudo do miocárdio, acidente vascular cerebral isquêmico ( derrame cerebral ) e morte por causas vasculares , nos pacientes com história recente de derrame cerebral isqüêmico ou de infarto do miocárdio ou com doença arterial periférica estabelecida.

Nos pacientes com síndrome coronariana aguda (angina instável ou infarto agudo do miocárdio ), incluindo tanto aqueles controlados clinicamente quanto os submetidos à angioplastia coronariana (com ou sem colocação de stent), o clopidogrel demonstrou uma redução na taxa de ocorrência  de morte cardiovascular, infarto do miocárdio , derrame cerebral isquêmico ou isquemia refratária.

– Contra-indicações:

Hipersensibilidade aos componentes da fórmula. Pacientes com sangramento  ativo, com úlcera péptica ou hemorragia intracraniana. Não há experiência suficiente do uso de clopidogrel em grávidas e lactantes . O medicamento deve ser evitado nessas condições. A segurança e a eficácia em crianças ainda não foram estabelecidas.

– Precauções :

Cautela em pacientes com risco de sangramento por trauma, cirurgia ou outras condições, tais como uso de substâncias que possam provocar lesões gastrintestinais. Ainda há pouca experiência com o clopidogrel em pacientes com distúrbios hepáticos e possibilidade de complicações hemorrágicas.

– Efeitos colaterais :

O estudo CAPRIE mostra que a tolerabilidade do clopidogrel (75 mg/dia) foi similar à do ácido acetilsalicílico (325 mg/dia). Os eventos adversos de importância clínica mais freqüentes foram: hemorragia gastrintestinal (2%), hemorragia intracraniana (0,4%), dor abdominal, dispepsia ou constipação (27%), úlcera péptica (0,7%), diarréia (4,5%), alterações da pele (15,8%), neutropenia severa (0,04%). Outros eventos adversos foram relatados, sem confirmação da relação causal com o tratamento, tais como: dor torácica, edema, cefaléia, tontura, artralgia, púrpura, epistaxe, depressão, dispnéia, prurido, palpitações, astenia, câimbras, insônia, conjuntivite, etc.

– Dose:

Um comprimido (75 mg) uma vez ao dia, concomitante ou não às refeições. Não há necessidade de ajuste de dose em idosos com insuficiência renal ou com insuficiência hepática leve a moderada.

www.portaldocoracao.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here