Nova enzima avalia o risco de um ataque cardíaco nos próximos 6 meses, diz cardiologista

0
275

A mieloperoxidase (MPO) é uma enzima produzida pelas células brancas do sangue. Níveis elevados da MPO podem prever o risco de um infarto do miocárdio (ataque cardíaco), necessidade de intervenção invasiva (angioplastia coronariana ou cirurgia de ponte de safena) ou ainda, o risco de morte cardíaca, dentro dos próximos 30 dias até 6 meses com 95% de precisão.

O orgão americano Food and Drug Administration (FDA) aprovou a dosagem da MPO em amostras de sangue. Para muitas pessoas, a primeira manifestação de uma doença cardíaca é o infarto do miocárdio.Estima-se que uma em cada três pessoas que sofrem de um infarto do miocárdio morrem.

Os exames atuais de sangue apenas dizem aos médicos que o infarto do miocárdio já aconteceu. É a dosagem das enzimas cardíacas, como a creatinofosfoquinase fração MB (CPK MB) e as troponinas. Estas enzimas traduzem a morte de células do músculo do coração. A dosagem da MPO no sangue ajudará os médicos a identificar as pessoas que precisam de uma prevenção mais agressiva visando evitar um infarto do miocárdio.

A MPO é produzida por células brancas do sangue, o sistema de defesa do organismo. Quando há uma placa de gordura (ateroma) mais propensa a sofrer um ruptura ou hemorragia, levando a formação súbita de um coágulo (que é a maior causa do infarto do miocárdio), os níveis da MPO no sangue aumentam.

O Dr. Stanley Hazen, cardiologista da  Cleveland Clinic (Estados Unidos), diz: "nós fomos capazes de demonstrar que os níveis elevados desta enzima são encontrados em pacientes que estão sob maior risco de sofrer um infarto do mocárdio ou de necessitarem de uma revascularização (cirurgia de ponte de safena ou angioplastia coronariana) ou até mesmo, de morrerem nos próximos 6 meses com 95% de precisão".

A dosagem da MPO (cardio MPO) que foi aprovada pelo FDA,  deverá estar disponível para uso em hospitais dos Estados Unidos . A dosagem da MPO deverá ser realizada preferencialmente em pacientes que  apresentam  dor no peito mas que tem enzimas cardíacas ou outros exames cardiológicos ainda normais.

Fonte:Cardiology Management(2009).

www.portaldocoracao.com.br  

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here