Novos métodos contraceptivos masculinos são promissores, dizem especialistas

0
153

Autoridades, cientistas e ativistas ecológicos apontam para os impactos ambientais que o aumento da população mundial (mais de 6,5 bilhões atualmente) tem causado, incluindo o aquecimento global, além da fome e das doenças, observadas principalmente em países menos desenvolvidos.Estima-se que 50% de todas as gravidezes sejam indesejadas.

Atualmente, os métodos contraceptivos masculinos incluem a vasectomia e o uso de preservativos, sendo responsáveis por quase um terço da utilização de contraceptivos nos Estados Unidos e em outros países.Os preservativos são usados atualmente como método de contracepção por cerca de 20% dos casais nos Estados Unidos da América; apesar disso, relatórios das Nações Unidas mostram que apenas 5% dos casais no mundo inteiro dependem de preservativos masculinos para contracepção.

Recentes pesquisas têm demonstrado uma alta taxa de eficácia (90-95%) para contraceptivos masculinos baseados em hormônios. Os principais medicamentos contraceptivos masculinos são:

-Undecanoato de testosterona: 

Uso oral em duas tomadas ao dia.  

-17α-Metiltestosterona:

Uso oral em duas tomadas ao dia.Pode ter efeito tóxico para o fígado.   

-Enantato de testosterona:

Injeção intramuscular com duração de 1 a 2 semanas.As injeções podem ser dolorosas.  

-Decanoato de testosterona:

Injeção intramuscular com duração de 4 a 6 semanas.As injeções podem ser dolorosas.  

-Implante de testosterona:

Implante subcutâneo (abaixo da pele) com duração de 4 meses.   

-Adesivo de testosterona:

Medicamento transdérmico de uso diário.Pode causar irritação da pele.  

-Gel de testosterona:

Medicamento transdérmico de uso diário.É possível a passagem para a parceira.  

As atuais dificuldades para a expansão destes novos métodos a utilização incluem métodos de liberação limitada e os obstáculos culturais. No entanto, os avanços nas medicações orais e injetáveis são motivos de otimismo para que estes obstáculos possam ser superados.

Muitos avanços têm sido feitos no entendimento da fisiologia reprodutiva masculina; os esforços combinados de cientistas, médicos, indústrias, agências governamentais e de financiamento poderão fazer um contraceptivo masculino eficaz e reversível, sendo uma opção para o planejamento familiar na próxima década.

Fonte:Endocrine Reviews(2008).  

www.portaldocoracao.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here