Nutricionista orienta com deve ser a alimentação dos adolescentes

0
233

A adolescência é um dos períodos mais desafiadores do desenvolvimento humano pela magnitude das alterações físicas e psicológicas que ocorrem nesta fase da vida.

Várias respostas do corpo provêm da influencia do bem estar nutricional do adolescente.Estudos definem que as necessidades nutricionais dos adolescentes devem levar em conta não apenas a idade, mas também o seu estágio de maturidade física e demanda de energia.

O valor calórico das refeições de um adolescente deve ser distribuído da seguinte forma: 10 a 15% de proteínas , 30% de gorduras e 55 a 60% de carboidratos.   Para adolescentes entre a 11 a 14 anos o consumo calórico  varia de 2200 a 2500 calorias/dia e o consumo protéico deve ser de cerca de 45g a 72g de proteínas/ dia, 0,29g/cm tendo em vista que a altura de referência do adolescente é de 157cm.

A demanda de energia é aumentada quando se fala de adolescentes atletas ou esportistas.Quanto aos minerais existe uma exigência duas vezes maior de cálcio, ferro, zinco e magnésio para os adolescentes. A necessidade aumentada de cálcio está baseada no crescimento esquelético, a de ferro na formação e aumento da massa muscular que vem acompanhada de aumento do volume sanguíneo, além do ferro perdido mensalmente com o início da menstruação nas meninas.

A retenção do zinco e do magnésio são aumentadas nesta fase, por serem essenciais para o crescimento.Quanto às vitaminas todas são necessárias e podem ser supridas por uma dieta equilibrada. Destaca-se a importância da vitamina D especialmente necessária para um bom crescimento esquelético.  Em geral a alimentação deve fornecer variedade, moderação e proporcionalidade.

O guia da Pirâmide alimentar é uma boa referência para suprir a demanda nutricional dos adolescentes além de auxiliar na construção de hábitos alimentares saudáveis.Sugiro que leiam as matérias sobre Pirâmide dos alimentos , disponíveis no conteúdo de nutrição do Portal do Coração .

Ana Flávia Pinheiro – Nutricionista – CRN 1004.

 

   

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here