Obesidade no futuro: Mais de 80% dos americanos terá sobrepeso em 2030, sugere levantamento

0
173

A prevalência de sobrepeso e obesidade na população americana está em franco crescimento. Este fato implica em novos casos de diabete melito, hipertensão arterial e outras doenças cardiovasculares, como o infarto do miocárdio e o derrame cerebral.

Um estudo baseado em dados coletados do National Survey Data (National Health and Nutrition Examination Study), entre os anos de 1970 e 2004, fez uma projeção futura a respeito do índice de massa corporal ou IMC (variável indicativa de obesidade), na população dos Estados Unidos.

O objetivo foi tentar prever qual será a prevalência de sobrepeso ou obesidade nos próximos 20 ou 30 anos, bem como os custos envolvidos com esse grave problema de saúde pública. Caso as tendências de crescimento do sobrepeso e obesidade, observadas nos últimos 30 anos persistam, no ano de 2030, 86% dos adultos serão portadores de sobrepeso ou obesidade nos Estados Unidos (51,1% da população será composta de obesos).

Entre as mulheres afro-descendentes e os homens hispânicos, as prevalências de excesso de peso serão de 96,9% e 91,9%, respectivamente. No ano de 2048, todos os americanos adultos apresentarão algum grau de sobrepeso.

Nas crianças, a prevalência de sobrepeso será de 30% no ano de 2030. O custo total na área da saúde, causado pelo excesso de peso na população, dobrará a cada década, atingindo cifras da ordem de 900 bilhões de dólares no ano de 2030, montante que corresponderia a 18% do total dos gastos alocados na área da saúde. Os autores do levantamento concluem que é necessária a implementação de um amplo conjunto de medidas, tentando minimizar este enorme ônus para a saúde e, também, para a economia americana.

Fonte: Obesity (2008).

Texto revisado por Nícia Padilha.

www.portaldocoracao.com.br        

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here