Os chás podem fazer parte da alimentação dos bebês?

0
83

Os chás feitos com ervas naturais são conhecidos desde a antiguidade.Por suas características medicinais e culturais são muito utilizados, de forma correta ou não, em todas as etapas da vida.

Dentre as suas propriedades destacam-se as digestivas, calmantes, hidratantes, antioxidantes, diuréticas, entre outras. Avaliando tantos benefícios com a ingestão dos chás, muitas pessoas os oferecem para as crianças desde o momento do seu nascimento, acreditando em relaxar o bebê e na maioria das vezes prevenir ou controlar as cólicas intestinais.

Esta atitude é extremamente comum, porém totalmente inadequada quando se fala em aleitamento materno exclusivo. Os bebês, ao nascer tem que se adaptar com o aleitamento e com o sabor do leite materno. Introduzir qualquer outro componente nesta etapa pode comprometer o adequado desenvolvimento e crescimento do bebê nesta fase.  

Os chás, normalmente são oferecidos para os bebês em mamadeiras e algumas vezes são até adoçados. Como o leite materno é naturalmente e suavemente adocicado, pode acontecer que o sabor adocicado mais intenso dos chás passe a ser mais atrativo para o bebê e de alguma forma desestimular o bebe a sugar o leite materno podendo até rejeitar totalmente a mamar no seio.

É importante destacar que o leite materno é mais do que suficiente para suprir todas as necessidades nutricionais e hídricas do bebê até os seis meses de idade. Os chás podem ser opções a serem oferecidas juntamente com os novos alimentos a partir dos seis meses de idade e em casos de desmame antecipado após o quarto mês.

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here