Artigos sendo lidos neste momento !

Artigos do PC

Reeducação alimentar em crianças obesas
Destaques, Doenças Cardiovasculares na Criança, Emagrecimento, Nutrição

Reeducação alimentar em crianças obesas 

A prevenção da obesidade infantil é capaz de reduzir de forma significativa a ocorrência de doenças crônicas futuras, tais como as doenças cardiovasculares, que afetam 30% da população adulta brasileira.
Muitas vezes a reeducação alimentar é para a família inteira. É comum a criança acima do peso também ter um dos pais ou ambos nesta mesma condição. Veja abaixo quais as recomendações da Sociedade Brasileira de Pediatria para reeducação alimentar de crianças obesas:
-Ao invés de proibir alimentos, o melhor é controlar a porção a ser ingerida.
-Estabelecer horários fixos e cinco ou seis refeições diárias com um intervalo de três horas entre elas.
-Comer devagar e em local tranquilo, longe da televisão, videogame ou computador.
-Diminuir gradualmente a ingestão de líquidos durante as refeições, oferecer um copo de suco, no máximo. Preferir sempre os sucos da fruta, que contêm mais vitaminas e sais minerais.
-Optar por sanduíches saudáveis, com recheios menos gordurosos, como ricota, embutidos de aves, vegetais folhosos, tomate e queijo magro.
-Utilizar menos óleo na preparação dos alimentos, preferir pratos assados ou grelhados; remover a pele do frango antes do preparo. Diminuir a quantidade de alimentos gordurosos e de frituras.
-Aprender a ler a tabela dos alimentos e a evitar os mais calóricos e os ricos em gordura.
-Aprender a fazer trocas, biscoitos recheados por biscoitos sem recheio e leite integral pelo leite desnatado, por exemplo.
-Incentivar o consumo de frutas (com casca, sempre que possível), verduras, e evitar consumo de alimentos congelados e pré-prontos.
-Cuidar da apresentação do prato, para favorecer o paladar.
-Não oferecer sobremesas lácteas logo após as refeições. Esperar pelo menos uma hora, pois o cálcio contido nessas sobremesas interage com o ferro consumido na refeição, prejudicando a absorção de ambos.
-Estimular a criança a tomar bastante água ao longo do dia, inclusive na escola.
-Substituir os salgadinhos de pacote por pipoca feita em casa com óleo de soja.
-Retirar o saleiro da mesa.
-Evitar refrigerantes, que, além de conterem muito açúcar, prejudicam a saúde dos ossos, causam irritabilidade gástrica e cáries.
-Incentivar brincadeiras e atividades físicas ao ar livre.
Fonte: AMB.
 

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Campos obrigatórios estão marcos com *