Síndrome do QT longo

0
189

A síndrome ( conjunto de sinais e sintomas ) do QT longo é uma doença genética , que causa  arritmias cardíacas potencialmente fatais , podendo levar à morte súbita. O intervalo QT do eletrocardiograma , reflete a atividade elétrica do ventrículo esquerdo , câmara cardíaca principal do coração.

A presença de um intervalo QT aumentado  no eletrocardiograma , é indicativa de um risco aumentado de arritmias cardíacas ventriculares graves ( principalmente aos esforços e emoções ) , como a taquicardia e fibrilação ventriculares , as quais podem levar a uma parada cardíaca e morte súbita.

A síndrome do QT longo , é uma doença de caráter genético , associada a casos de morte súbita em famílias , com dois padrões de transmissão genética : autossômico dominante ( síndrome de Romano Ward  ) e  autossômico recessivo ( síndrome de Jervell e Lange-Nielsen ).

A doença causa fadiga , síncopes ( desmaios ) de repetição e parada cardíaca com morte súbita. As manifestações clínicas geralmente iniciam nas primeiras duas décadas de vida.O tratamento inclui o uso de betabloqueadores e desfibrilador automático implantável ( aparelho que identifica arritmias cardíacas e as trata através de um choque elétrico ).   

O prolongamento do intervalo QT  , embora raro , ainda poderá ser fruto da ação de medicamentos ( procainamida , quinidina , sotalol ,amiodarona , eritromicina , haloperidol e outros ) , levando a uma arritmia  ventricular ( com aspecto eletrocardiográfico típico ) , chamada de Torsades de pointes. O tratamento consiste em retirar a droga , administrar sulfato de magnésio ou  ainda , implantar um marcapasso. O infarto do miocárdio e outras doenças adquiridas , também podem prolongar o intervalo QT.

www.portaldocoracao.com.br 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here