Síndrome do seio carotídeo

0
396

O seio carotídeo é uma estrutura localizada no pescoço, especificamente na parte inicial das artérias carótidas, que participa do controle do batimento cardíaco e da pressão arterial (sistema nervoso autônomo).

A hipersensibilidade ou síndrome (conjunto de sinais e sintomas) do seio carotídeo é uma doença que afeta principalmente homens idosos (a doença é rara antes dos 40 anos de idade).

Certos movimentos bruscos do pescoço ou por uma compressão externa do seio carotídeo (por causa de uma gravata mais apertada, por exemplo) podem levar a quedas do batimento cardíaco e da pressão arterial (resposta cardioinibitória ou vasodepressora), inclusive causando sensação de desmaio (lipotimia) ou desmaio (síncope).

Nessa condição poderá haver um bloqueio total dos batimentos originados no marcapasso natural do coração (assistolia) ou apenas uma lentificação desses batimentos (bradicardia sinusal).

Atualmente, a hipersensibilidade do seio carotídeo é diagnosticada em pacientes nos quais a massagem do seio carotídeo, durante o tilt-test (teste de inclinação), induz assistolia por mais de três segundos (tipo cardioinibitório) ou queda da pressão sistólica superior a 50 mmHg (tipo vasodepressor).

Um marcapasso definitivo estará indicado em casos de hipersensibilidade do seio carotídeo que cursam com uma queda excessiva do batimento cardíaco e da pressão arterial, ocasionando quadros de desmaios.

Autor: Dr. Tufi Dippe Jr – Cardiologista de Curitiba – CRM/PR 13700.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here