Tabagismo, hipertensão arterial e diabete aumentam o risco de demência, diz estudo

0
339

Fumantes de meia-idade, hipertensos ou diabéticos são mais propensos a desenvolver demência em fases posteriores da vida, segundo um novo estudo conduzido pelo Dr. Alvaro Alonso (University of Minnesota, Minneapolis).”Nós conseguimos, pela primeira vez,  mostrar que os fatores de risco cardiovascular na meia-idade estão associados com a demência na senescência”, diz o Dr. Alvaro.

Em geral, os afrodescendentes tinham uma taxa 2,5 vezes maior de hospitalização por demência do que os indivíduos brancos.As mulheres afrodescendentes de 75 anos de idade ou mais tiveram as maiores taxas entre todos os participantes do estudo.  Os fumantes  tinham 70% mais chances do que aqueles que nunca haviam fumado de desenvolver demência. Hipertensos tinham 60% mais chances do que aqueles com pressão arterial normal, e os diabéticos foram duas vezes mais propensos a desenvolver demência, quando comparados com aqueles sem a presença de diabetes.

Os investigadores estudaram mais de 11.000 pessoas que faziam parte do estudo ARIC (Atherosclerosis Risk in Communities  Study). Os participantes tinham de 46 até 70 anos de idade, e foram avaliados através de exame clínico e testes cognitivos. Os pacientes foram acompanhados por mais de uma década com o objetivo de avaliar quantos destes desenvolviam demência.

Fonte: Journal of Neurology, Neurosurgery and Psychiatry.

Autor: Dr. Tufi Dippe Jr – Cardiologista de Curitiba – CRM/PR 13700.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here