Testosterona aumenta o risco cardiovascular em mulheres menopausadas, diz estudo

0
550

O objetivo desse interessante estudo foi avaliar a associação dos hormônios sexuais em mulheres menopausadas com a ocorrência de eventos cardiovasculares, como infarto do miocárdio (ataque cardíaco), acidente vascular cerebral (derrame cerebral) e insuficiência cardíaca (falência cardíaca).

Para tal, os pesquisadores estudaram 2.834 mulheres menopausadas que participaram do estudo MESA (Multi-Ethnic Study of Atherosclerosis), dosando seus níveis de testosterona, estradiol, desidroepiandrosterona (DHEA) e globulina de ligação de hormônios sexuais (SHBG).

Esses hormônios foram dosados no início do estudo (2000 até 2002), e a relação testosterona/estradiol também foi avaliada.

As mulheres menopausadas no momento da inclusão no estudo MESA não apresentavam histórico de doença cardiovascular. A idade média das participantes foi de 64,9 anos, e após 12 anos de acompanhamento, os pesquisadores observaram 283 eventos cardiovasculares.

Após uma criteriosa análise estatística, afastando diversos fatores de confusão, os autores observaram que uma maior relação testosterona/estradiol associava-se a um risco maior de eventos cardiovasculares. Níveis mais altos de testosterona associavam-se a um risco maior de eventos cardiovasculares, enquanto que níveis elevados de estradiol associavam-se a um risco menor de doença arterial coronariana, a principal causa do infarto do miocárdio.

Fonte: Journal of American College of Cardiology.

Comentário do autor:

Os cardiologistas há muito tempo sabem que o estradiol protege as mulheres menopausadas contra o infarto do miocárdio, no entanto, alguns estudos com terapia de reposição hormonal com estradiol não mostraram benefícios de prevenção.

Nesse caso, não trata-se de um estudo que avalia a terapia de reposição hormonal com estradiol, e sim, uma pesquisa que correlaciona os níveis de hormônios sexuais femininos em mulheres menopausadas com o risco de desenvolvimento de doenças cardiovasculares.

Acredita-se que a testosterona possam ser nociva para o sistema cardiovascular, fato que poderia explicar porque os homens contraem doenças cardíacas mais cedo do que as mulheres.

Dosar a relação testosterona/estradiol poderá ser útil para avaliação do risco cardiovascular em mulheres menopausadas, embora ainda não saibamos como lidar da melhor forma com essa informação. Vamos aguardar novos estudos.

Autor: Dr. Tufi Dippe Jr – Cardiologista de Curitiba – CRM/PR 13700.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here