Tilt Test ou teste de inclinação

0
100

O Tilt Test é um exame que avalia o comportamento do ritmo cardíaco e da pressão arterial em resposta a variações da postura corporal. O sistema que controla essas duas variáveis é o sistema nervoso autônomo. Por isso, o Tilt Test também é chamado de estudo autonômico.

O aparecimento de sintomas decorrentes destas variações posturais, como mal estar, palpitações, tonturas ou desmaio, também serão avaliados durante o exame. O Tilt Test é o exame específico para o diagnóstico da síncope neuromediada (vaso-vagal e neurocardiogênica) que é a principal causa de desmaio em pessoas sem doença cardíaca.

Orientações antes do exame:

– É necessário jejum de pelo menos 6 horas.

– Alguns medicamentos como os betabloqueadores e diuréticos poderão ser suspensos antes do exame. A orientação sobre quais medicações e por quanto tempo estas deverão ser suspensas antes do exame deverá ser realizada pelo médico assistente.

– O exame dura cerca de uma hora e, após o final deste, o paciente poderá ir embora do local dirigindo.

Como é feito?

– O Tilt Test deverá ser realizado em uma clínica ou hospital que disponha de  todos os equipamento necessários: aparelho para  medir a pressão arterial, monitor do ritmo cardíaco, eletrocardiograma, maca própria para Tilt Test, medicamentos, etc. A  presença de um médico e um assistente durante todo o exame é imprescindível. O Tilt Test é totalmente indolor, e poderá ser realizado em até 3 etapas.

– Inicialmente o paciente permanecerá  deitado em uma maca em decúbito dorsal (de barriga para cima), sem nenhuma inclinação por um período de 5 a 15 minutos. Nesta etapa é realizada a medida da pressão arterial e o registro eletrocardiográfico.

– Na segunda etapa, o paciente  será  inclinado na maca  por um período de até  45 minutos. Durante todo o tempo o ritmo cardíaco será monitorado e a pressão arterial medida. O aparecimento de alterações do ritmo cardíaco e da pressão arterial, bem como o aparecimento de sintomas decorrentes destas, poderão ser suficientes para a interrupção do exame. Não é necessário que o paciente tenha um desmaio para que o exame seja interrompido.

– Caso nenhuma alteração tenha sido identificada na segunda etapa, será realizado uma terceira etapa, chamada de ” teste sensibilizado”, através do do uso de um medicamento. Com o paciente ainda inclinado, será administrado um vasodilatador sublingual, que facilitará o aparecimento das alterações do ritmo cardíaco e da pressão arterial. Esta etapa pode durar até 15 minutos. Não havendo nenhuma alteração após este período, o Tilt Test será considerado como normal.

Indicações:

–  Investigação de desmaios (perda súbita da consciência acompanhada por alteração da postura corporal), em especial, quando há suspeita de síncope neuromediada (vaso-vagal e neurocardiogênica).

– Com o objetivo de diferenciar desmaio seguido de convulsão da crise convulsiva por epilepsia.

– Quedas recorrentes sem causa aparente, principalmente em idosos.

– Para investigar tonturas ou pré-desmaio (lipotímia).

– Avaliação de tratamento para desmaios.

Riscos:

O Tilt Test é um exame muito seguro. Na literatura médica já foram relatados a ocorrência de espasmo coronariano, dor torácica e arritmias cardíacas. Em  alguns pacientes, as alterações do ritmo cardíaco (bradicardia) e da pressão arterial (hipotensão) poderão ser mais duradouras, podendo ocasionar um sensação de mal estar, tonturas e náuseas. Raramente poderá ocorrer uma crise convulsiva (pela queda da pressão arterial e diminuição da irrigação de sangue até o cérebro), no entanto, esta crise não costuma apresentar gravidade.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here