Três modelos para a prática de exercícios físicos em idosos, segundo o CDC

0
172

A OMS (Organização Mundial de Saúde) considera idoso o indivíduo aquele com 60 anos de idade ou mais. Nesta faixa crescente da população, a prática de exercícios físicos é fundamental tanto para promoção com para a manutenção da saúde. Os benefícios são inúmeros, e atingem a esfera cardiorrespiratória, metabólica, óssea, muscular e psíquica.

O CDC (Center for Disease Control and Prevention) sugere três modelos para a prática de exercícios físicos em indivíduos idosos. Nesta faixa da polulação é fundamental uma avaliação médica e a realização de um teste de esforço antes iniciar a prática dos exercícios físicos.

Modelo 1:  

-Duas horas e meia (150 minutos ou 5 sessões de 30 minutos) por semana de exercícios físicos aeróbicos, como caminhar, pedalar, fazer hidroginástica ou dançar, numa intensidade moderada, ou seja, o idoso deve  sentir-se mais ofegante, mas consegue falar frases inteiras durante as sessões dos exercícios.

Modelo 2:  

-Uma hora e 15 minutos (75 minutos ou 3 sessões de 25 minutos) por semana de exercícios físicos aeróbicos, como correr, pedalar ou nadar, mas numa intensidade mais vigorosa, ou seja, o idoso chega próximo ao limite de sua exaustão física.

Modelo 3:

-Durante duas horas e meia (150 minutos ou 5 sessões de 30 minutos) por semana, misturar exercícios físicos aeróbicos de intensidade moderada com exercícios intensos, como andar e  depois correr.

Em todos o três modelos citados acima, recomenda-se que antes de cada sessão de exercícios sejam realizados alongamentos em músculos dos membros inferiores e superiores durante 5 a 10 minutos. Semanalmente deverão ser realizadas duas ou mais sessões de exercícios anaeróbicos (musculação) envolvendo os grandes grupos musculares (pernas, quadris, costas, abdômen, peito, ombros e braços).

Fonte: Center for Disease Control and Prevention (2009).

www.dippe.com.br

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here