A medida domiciliar da pressão arterial ajuda a reduzir o uso de medicamentos, diz estudo

0
242

Um estudo realizado por pesquisadores da Universidade de Maastrich (Holanda) demonstrou que os indivíduos que medem sua pressão arterial em casa, a chamada automedida da pressão arterial, conseguem reduzir a necessidade do uso de medicamentos para controlar a hipertensão arterial.

Este estudo avaliou 430 hipertensos que foram divididos em dois grupos. Um grupo mediu seus níveis de pressão arterial em casa para orientar o resultado do tratamento, e o outro teve sua pressão medida apenas no consultório médico (chamada de medida casual no consultório).

Ao longo de um ano foram registrados os resultados das medições, a quantidade de medicamentos necessária para controlar a pressão arterial em níveis adequados, os gastos com o tratamento e os danos aos órgãos-alvo como rins e coração (através de ecocardiograma e mensuração da perda urinária de proteínas).

Os resultados mostraram que o grupo que aferia a pressão em casa (automedida da pressão arterial) precisou utilizar menos medicamentos e gastou menos para controlar sua pressão arterial.

Através da monitorização ambulatorial da pressão arterial de 24 horas (MAPA) pôde-se ver também que os níveis de pressão arterial nos dois grupos eram semelhantes, e que a a função dos rins e do coração também não foi afetada pelo método de controle utilizado (automedida da pressão arterial ou medidas casuais no consultório).

A participação dos pacientes é essencial para o sucesso de qualquer tratamento. A automedida da pressão arterial em casa ou no trabalho, requer um treinamento mínimo dos pacientes e o uso de um aparelho adequado (preferencialmente um equipamento semiautomático validado, ou seja, testado por entidades que tratam desse assunto).

Fonte: Hypertension.

Autor: Dr. Tufi Dippe Jr – Cardiologista de Curitiba – CRM/PR 13700.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here