Terapia de reposição hormonal em mulheres menopausadas

0
145

A diretriz da Sociedade Brasileira de Cardiologia para  prevenção das doenças cardiovasculares em mulheres sugere a terapia de reposição hormonal (TRH) para mulheres menopausadas em algumas situações específicas .

Indicações para a terapia de reposição hormonal em mulheres menopausadas:

– Alívio dos sintomas de climatério (calorões) e atrofia urogenital (traduzida por ressecamento vaginal).

– Proteger contra perda do colágeno e atrofia da pele.

– Conservar a massa óssea, reduzindo o risco de osteoporose e fraturas.

– Provável redução do risco de doença de Alzheimer.

– Melhoria do bem-estar e sexualidade.

– Devemos empregar a dose mínima efetiva da terapia de reposição hormonal.

Terapia de reposição hormonal e risco de doença cardiovascular:

Temos que ter em mente que a terapia de reposição hormonal aumenta o risco de câncer de mama, trombose venosa e embolia pulmonar. A terapia de reposição hormonal deve ser basicamente voltada para a administração do estrogênio, embora a associação com a progesterona deva ser empregada em mulheres que apresentam seu útero intacto.

A terapia de reposição hormonal, quando indicada, não deverá ser prolongada, principalmente em mulheres com fatores de risco cardiovascular. Esta terapia sempre  deverá ser evitada em mulheres com perfil de alto risco cardiovascular: escore de alto risco (mais de 10% de chance de eventos cardiovasculares em 10 anos), diabéticas ou com manifestações de doença aterosclerótica. A terapia de reposição hormonal, empregada visando única e exclusivamente a prevenção cardiovascular, deverá ser evitada, em face de resultados negativos e/ou inconclusivos sobre esse benefício.

Fonte: Sociedade Brasileira de Cardiologia.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here