A pressão arterial obtida nos consultórios apresenta várias limitações , explica especialista

0
63

A medida da pressão arterial  no consultório ( chamada de medida casual ) , ainda é a base para o diagnóstico e  acompanhamento da hipertensão arterial . Essa condição médica ,  é o principal fator de risco para as doenças cardiovasculares. 

A medida da pressão arterial , feita  no ambiente de casa ou no trabalho ( chamada de automedida da pressão arterial ) , é muito útil  tanto para auxiliar no diagnóstico da hipertensão arterial , mas também para o acompanhamento e avaliação do tratamento desses pacientes . O fato que explica essa afirmação  , é que a  pressão arterial obtida em ambiente médico ( consultório , clínica ou hospital )  pode apresentar limitações em uma boa proporção dos pacientes , não refletindo seus valores habituais.

O Dr. Tufi Dippe Júnior , especialista em hipertensão arterial pela Sociedade Brasileira de Hipertensão , nos explica: " atualmente , entendemos melhor como a pressão arterial dos indivíduos se comporta no ambiente médico. Nestas situações , esta poderá se manter dentro da média habitual ( a maioria dos casos ) , se elevar em 20%   dos casos ( o chamado efeito ou até  a hipertensão do  avental    branco  ) ou  ainda , se comportar com valores inferiores aos obtidos habitualmente  em medidas realizadas em casa ou no trabalho , em cerca de 10%  dos pacientes  ( a chamada normotensão do consultório ou hipertensão mascarada )" .

"A MAPA ( monitorização ambulatorial da pressão arterial ) e a MRPA  ( monitorização residencial da pressão arterial ) , são exames complementares baseados em medidas da pressão arterial  fora do consultório. A medida ocasional da pressão arterial , realizada pelo paciente fora do ambiente médico ( automedida da pressão arterial ) , deverá ser feita preferencialmente com um aparelho validado ( testado por entidades especializadas ) ", conclui o especialista.

www.portaldocoracao.com.br

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

  

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here