Exercícios físicos regulares e o aparelho digestivo

0
287

A influência dos exercícios físicos sobre o aparelho digestivo, apesar de pouco investigada, é uma área de grande interesse. O exercício físico aeróbio intenso e de longa duração, como a corrida, pode provocar sintomas do aparelho digestivo.

Estes podem ser divididos em sintomas superiores (náuseas, vômitos, azia e queimação retroesternal) e inferiores (diarreia, cólica abdominal, perda de apetite, sangramento, aceleração dos movimentos peristálticos intestinais e vontade de defecar).

A causa desses sintomas durante o exercício físico tem várias causas, e inclui a redução do fluxo sanguíneo para os intestinos, liberação de hormônios gástricos e intestinais, o estresse mecânico sobre o aparelho digestivo,  desidratação, fatores psicológicos, idade, sexo, dieta e o nível de treinamento do indivíduo.

Por outro lado, o exercício físico regular e de baixa intensidade tem efeito protetor sobre o aparelho digestivo, principalmente com relação à predisposição à certas doenças como o câncer de cólon, diverticulite (inflamação de divertículos dos intestinos),  colelitíase (formação de pedras na vesícula) e a constipação intestinal (“prisão de ventre”).

Diversos mecanismos são postulados para explicar os efeitos do exercício sobre o aparelho digestivo, contribuindo para o desenvolvimento de estratégias no tratamento de indivíduos com sintomas e doenças gastrintestinais.

Fonte: Revista Brasileira de Medicina do Esporte.

Autor: Dr. Tufi Dippe Jr – Cardiologista de Curitiba – CRM/PR 13700.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here