Fumar um único cigarro ao dia já aumenta o risco cardiovascular

0
279

O tabagismo é um dos principais fatores de risco para as doenças cardiovasculares, doenças pulmonares e inúmeros tipos de câncer.

As políticas implementadas no Brasil propiciaram uma redução significativa da prevalência do tabagismo entre adultos nos últimos 25 anos. Neste período, a percentagem de fumantes diminuiu de 29% para 12% entre os homens e de 19% para 8% entre as mulheres.

Muitas pessoas acreditam que fumar poucos cigarros por dia implica em um baixo risco para o desenvolvimento das doenças cardiovasculares, no entanto, uma recente meta-análise (análise conjunta do resultado de vários estudos) demonstrou o contrário.

Os pesquisadores observaram que fumar um único cigarro por dia representa 46% do excesso de risco de doença arterial coronariana em homens e 31% do risco em mulheres. Em relação ao acidente vascular cerebral (derrame cerebral), o excesso de risco associado a apenas um cigarro por dia foi de 41% para homens e de 34% para mulheres.

“Houve uma grande mudança no padrão do tabagismo de muitas pessoas nos últimos anos. Indivíduos que fumavam de 10 ou 20 cigarros ao dia passaram a fumar um ou poucos cigarros, com a crença que isso seria algo aceitável, no entanto, nesse contexto, o risco cardiovascular ainda é significativo”, disse o autor principal da meta-análise, o Dr. Allan Hackshaw (University College London, Reino Unido).

Em relação ao tabagismo, a atitude desejável é a cessação completa desse hábito. Também é muito importante evitar o contato com outras pessoas que fumam (tabagismo passivo).

Fonte: British Medical Journal.

Autor: Dr. Tufi Dippe Jr – Cardiologista de Curitiba – CRM/PR 13700.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here