Nutrição esportiva parte 2: Ingestão alimentar antes do exercício físico

0
193

Estudos anteriores têm demonstrado que a ingesta de 200–300 g de carboidratos, três a quatro horas antes do exercício, melhora a performance durante o exercício. O consumo prévio de carboidrato parece ser importante para a manutenção dos níveis de açúcar no sangue  durante os estágios finais do exercício.

Por outro lado, a elevação da concentração de insulina provocada por esse consumo destes carboidratos inibe o metabolismo de gordura e, conseqüentemente, aumenta a oxidação de carboidrato, podendo provocar um declínio da glicose plasmática durante o exercício. A elevação na concentração de insulina e inibição da lipólise (queima de gordura) parecem ocorrer mais freqüentemente quando o carboidrato é consumido 30–60 minutos antes do exercício, embora alterações metabólicas tenham sido observadas mesmo quando o consumo antecede em quatro horas. Estes resultados evidenciam que o consumo  de carboidratos antes do exercício, principalmente num período de 30–60 minutos , ainda é um assunto controverso.

A melhora da performance física com a ingestão no período de 30 a 60 minutos antes do exercício ainda é discutida, principalmente quando os estoques de glicogênio estão otimizados. A única exceção a ser citada é a realização do exercício pela manhã, após uma noite de jejum, quando os estoques de glicogênio no fígado estão baixos. Nesta situação, a ingestão de alimentos ricos em carboidratos 30 a 60 minutos antes do exercício pode melhorar a performance, prevenindo o risco de hipoglicemia durante o exercício para indivíduos atletas  ou esportistas. A realização de exercício pela manhã, portanto, requer a ingestão prévia de alimentos ricos em carboidratos para que a performance não seja prejudicada.

Fonte: Revista Hipertensão.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here