Tratamento da depressão em diabéticos graves , diminui custos , aponta estudo

0
90

Um recente estudo , indica que a intensificação do tratamento da depressão entre pacientes diabéticos , diminui as complicações da doença ,  melhorando os custos a longo prazo, em comparação com os tratamentos convencionais já utilizados para esses pacientes.

Segundo o autor do estudo , realizado na escola de medicina da universidade de Washington ( Estados Unidos ) , a depressão maior ou distimia ( grandes variações do humor ) , ocorre em cerca de 12% dos pacientes com diabete melito. A depressão nesses pacientes , sabidamente diminui a adesão ao tratamento , agravando a doença.

O estudo incluiu 329 pacientes com diabete melito e depressão . Os pesquisadores compararam os custos médicos dos pacientes que eram tratados para depressão de alguma forma , com aqueles que recebiam apenas o tratamento  convencional para o diabete melito. Os pacientes no grupo sob tratamento para depressão , receberam informações sobre a doença , terapia  comportamental e , se quisessem , medicações antidepressivas . O período de duração do estudo foi de 12 meses .O custo total do tratamento foi avaliado em cinco anos.

Os pacientes do grupo sob tratamento para depressão , apresentou uma melhor evolução da depressão , em comparação com os que realizaram o tratamento convencional e,  houve uma tendência na redução dos custos médicos na ordem de  3.900  dólares em cinco anos. A  redução dos custos foi mais aignificativa em pacientes deprimidos que apresentavam problemas clínicos mais graves.

Os autores do estudo , concluem afirmando que as instituições de saúde devem dirigir seus recursos  para o tratamento da depressão , principalmente entre aqueles pacientes com diabete melito que apresentam um maior número de complicações clínicas.

Fonte: Diabetes Care ( 2008 ).

www.portaldocoracao.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here