Pesquisadores identificam dieta capaz de ajudar a proteger contra a doença de Alzheimer

0
173

Uma dieta rica em legumes, nozes e peixes, mas com uma baixa quantidade de produtos lácteos e carnes com alto teor de gordura, pode ajudar a proteger contra a doença de Alzheimer, dizem pesquisadores.

Indivíduos idosos que mantinham esse padrão alimentar, apresentaram uma redução de 42% no risco relativo de desenvolver a doença de Alzheimer, diz a Dra. Yian Gu, da Universidade de Columbia (Estados Unidos).

Os pesquisadores avaliaram sete nutrientes alimentares relacionados com a doença de Alzheimer: gorduras saturadas, gorduras monoinsaturadas, ácidos graxos ômega-3, ácidos graxos ômega-6, vitamina E, vitamina B12 e folato.

Um total de 2.136 pacientes idosos saudáveis e provenientes da cidade de Nova York (Estados Unidos) forneceram dados sobre os seus hábitos alimentares. Todos os participantes foram avaliados do ponto de vista neurológico e neuropsicológico.

Um total de 251 pacientes desenvolveram a doença de Alzheimer ao longo dos quatro anos de seguimento clínico.

Após uma análise estatística detalhada, os pesquisadores descobriram que uma dieta rica em gorduras do tipo ômega-3, ômega-6, folato e vitamina E, mas com um baixo teor em gordura saturada e vitamina B12, foi fortemente associada a um risco menor de desenvolvimento da doença de Alzheimer.

A Dra. Gu disse que a descoberta relativa a vitamina B12 foi “surpreendente”, uma vez que a deficiência deste nutriente está associada com risco de demência. No entanto, uma importante fonte alimentar da vitamina B12 é a carne, que também apresenta uma grande concentração de gorduras saturadas, disse ela.

Fonte: American Academy of Neurology Meeting.

Autor: Dr. Tufi Dippe Jr. – Cardiologista de Curitiba – CRM/PR 13700.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here