Artigos sendo lidos neste momento !

Artigos do PC

Destaques, Nutrição

Vitaminas 

As vitaminas são um grupo de compostos orgânicos necessários apenas em quantidades mínimas na dieta (micronutrientes) , mas que são essenciais para as mais diversas reações metabólicas específicas do interior da célula. Várias delas agem como enzimas ou como coenzimas de uma gama enorme de reações químicas essenciais à vida. As vitaminas podem ser divididas em hidrossolúveis e lipossolúveis.

As hidrossolúveis possuem uma grande perda por vias como o suor, saliva, urina e fezes , logo , necessitam de reposição diariamente . São as vitaminas B1 , B2 , B6 , B12 , C , ácido fólico , PP (niacina) e o ácido patotênico. As lipossolúveis necessitam do auxílio de gorduras para serem absorvidas . São as vitaminas A , D , E e K .

– Vitamina A :

Funções: visão, crescimento , desenvolvimento ósseo , desenvolvimento e manutenção da pele , imunidade , reprodução, e ação anti-cancerígena.

Fontes: óleo de fígado de peixe, fígado, rim, ovo, leite, óleo de dendê, cenoura, couve, espinafre e manteiga.

Deficiência : cegueira noturna e alterações cutâneas.

Excesso: dor e fragilidade óssea, hidrocefalia e vômitos em crianças, pele seca com fissuras, unhas frágeis, perda de cabelo, gengivite, etc…

– Vitamina B1 (Tiamina):

Funções: respiração tecidual, metabolismo dos hidratos de carbono , gorduras e proteínas.

Fontes: carne de porco, gema de ovo, fígado, coração miúdos, presunto, nozes, levedo de cerveja e germe de trigo.

Deficiência: confusão mental , fraqueza muscular, instabilidade emocional, depressão, irritabilidade, perda de apetite, letargia , béri-beri (insuficiência cardíaca e manifestações do sistema nervoso).

Excesso: não conhecido.

– Vitamina B2 (Riboflavina):

Funções: crescimento, produção de corticosteróides, formação dos glóbulos vermelhos , gliconeogenese e atividade reguladora das enzimas da tireóide.

Fontes: leite, ovos, fígado, coração, músculo de boi e aves, hortaliças de folhas verdes e levedo de cerveja.

Deficiência: estomatite angular, lacrimejamento, queimação e coceira nos olhos e síndrome uro-genital.

Excesso: não conhecido.

– Vitamina B6 (Piridoxina):

Funções: imunidade celular, liberação de glicogênio hepático e muscular e ação diurética.

Fontes: fígado, carnes, gema de ovo, cereais, pães integrais, banana, batata, frango e abacate.

Deficiência : anormalidades no sistema nervoso central, retardo mental, convulsões e anemia hipocrômica.

Excesso: insônia.

– Vitamina B12 (Cianocobalamina):

Funções: metabolismo celular e crescimento.

Fontes: fígado, coração, mariscos, ostras, gema de ovo, carnes, queijos, peixe, camarão e lagosta.

Deficiência : diminuição do crescimento, anemia e outros distúrbios sanguíneos e do trato gastrointestinal.

Excesso: interfere na ação farmacológica de drogas anticonvulsivas.

– Vitamina C (Ácido ascórbico):

Funções: produção e manutenção do colágeno (integridade celular), cicatrização e absorção do ferro.

Fontes: frutas cítricas, hortaliças de folhas verdes , pimentão, tomate e batata.

Deficiência: fragilidade capilar, hemorragia e escorbuto.

Excesso: formação de cálculos de urato , cistina e oxalato (mais de 9 gramas de ingesta ao dia).

– Vitamina D:

Funções: absorção, mobilização e reabsorção de cálcio e fosfato.

Fontes: manteiga, fígado, gema de ovo, leite e derivados, salmão, atum e a luz solar.

Deficiência: raquitismo e osteomalácia.

Excesso: calcificação óssea excessiva, cálculos renais, calcificação metastática de partes moles (rins e pulmões), hipercalcemia, dor de cabeça , fraqueza, vômitos, náusea, constipação, poliúria (diurese excessiva) e polidipsia (sede excessiva).

– Vitamina E:

Funções: antioxidante.

Fontes: germe de trigo, óleo de milho, sementes de algodão, girassol e soja, vegetais de folhas verdes e gema de ovo.

Deficiência: fragilidade muscular, deposição ceróide no músculo liso, creatinúria (eliminação excessiva de cretaina pela urina), hemólise, reabsorção fetal, atrofia testicular, anormalidades embrionárias, distrofia muscular, encefalomalácia e necrose hepática.

Excesso: efeito anticoagulante , com prolongamento do tempo de coagulação sangüínea.

– Vitamina K:

Funções: coagulação sangüínea.

Fontes: vegetais de folhas verdes, fígado, leite, nabo, iogurte e gema de ovo.

Deficiência: hemorragias.

Excesso: anemia hemolítica e hernicterus em crianças.

– Vitamina PP (Niacina):

Funções: componente de coenzimas relacionadas as enzimas respiratórias e vasodilatadoras.

Fontes: fígado, carnes, peixes, trigo integral e amendoim.

Deficiência: fraqueza muscular, anorexia, indigestão, pelagra, estomatite angular, língua vermelha, lesões dematológicas e perturbações mentais.

Excesso: formigamento e vermelhidão da pele e sensação de latejamento na cabeça.

– Ácido fólico (Folatos):

Funções: divisão celular e transmissão de traços hereditários, formação e maturação dos glóbulos vermelhos e brancos ( leucócitos ).

Fontes: espinafre, vegetais de folhas verdes, fígado, levedo de cerveja, cenoura e gema de ovo.

Deficiência: diminuição do crescimento, anemia megaloblástica e outros distúrbios sangüíneos, glossites e distúrbios no trato gastrointestinal.

Excesso: interfere na ação farmacológica de drogas anticonvulsivas.

– Ácido pantotênico:

Funções: essencial para a digestão de carboidratos, gorduras e proteínas.

Fontes: presente em todos os vegetais e animais. As melhores fontes são ovos, fígado e salmão.

Deficiência: dermatites, sensação de queimação, perda de apetite, náusea, indigestão e estresse.

Excesso: não se conhecem efeitos tóxicos sérios, mas a ingestão de grandes quantidades pode causar diarréia.

 

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Campos obrigatórios estão marcos com *