Fibras alimentares

0
129

 As fibras alimentares são polissacarídeos vegetais da dieta (celulose, hemicelulose, pectinas, gomas, mucilagens, lignina…) que não são digeridas pelo trato digestivo humano.  Características das fibras:- são de origem vegetal- carboidratos ou derivados de carboidrato, na maioria- resistentes à digestão – atingem o intestino, de forma intacta e são fermentadas pela flora intestinal Recentemente, o termo fibras foi ampliado e inclui substâncias que são, funcionalmente, semelhantes às fibras alimentares, como é o caso dos frutooligossacarideos (FOS), inulina e amido resistente.

Os FOS são oligossacarídeos, ou seja, carboidratos de cadeia curta e tem 2 qualidades importantes: são resistentes às ações das enzimas digestivas e são fermentados pelas bactérias benéficas do intestino. Essa fermentação, em humanos, facilita o crescimento de bactérias benéficas, e por isso os FOS e a inulina são conhecidos como alimentos prebióticos. Efeitos da inulina e FOS:- anticancerígena- diminuição dos níveis de colesterol plasmático- prevenção de diarréia- tratamento de constipação intestinal- proliferação de bactérias boas – redução de bactérias patogênicas A inulina é extraída da chicória, alcachofra, cebola, alho, banana. Amido resistente refere-se a substâncias contendo amido que não são absorvidas no intestino delgado. São encontrados em grãos integrais, sementes, batata, banana verde, pães e flocos de milho. A digestão do amido pode ser influenciada pelo tipo de amido, pela mastigação, presença de enzimas digestivas, pH, etc. 

Componentes das Fibras Alimentares:- Polissacarídeos estruturais: celulose, hemicelulose e pectina- Polissacarídeos não-estruturais: gomas e mucilagens- Substâncias semelhantes às fibras: inulina, FOS, amido resistente- Substancia estrutural não-polissacarídeos: lignina Características dos tipos de fibras:

TIPO DE FIBRA EXEMPLO CARACTERISTICAS

celulose – frutas com casca- farinha de trigo- sementes – aumenta volume e peso das fezes- favorece peristaltismo intestinal- aumenta o número de evacuações
hemicelulose – farelo de trigo- soja-centeio – aumenta volume e peso das fezes- favorece peristaltismo intestinal- aumenta o número de evacuações
pectina – frutas cítricas (casca)- maça- legumes – retarda esvaziamento gástrico, favorecendo a saciedade- favorece bactérias benéficas no intestino- diminui níveis de colesterol plasmático- melhora tolerância à glicose
gomas – farelo de aveia- farinha de aveia- farelo de cevada – retarda esvaziamento gástrico, favorecendo a saciedade- favorece bactérias benéficas no intestino- diminui níveis de colesterol plasmático- melhora tolerância à glicose
lignina – grão integral- ervilha- aspargos – resistente à ação de enzimas e bactérias- não é carboidrato
 Propriedades da Fibra Alimentar – Solubilidade: são solúveis ou insolúveis. As fibras solúveis retardam o esvaziamento gástrico e o trânsito intestinal, retardam também absorção de glicose e colesterol. As principais fontes são: frutas, verduras, farelo de aveia, cevada, feijão, grão-de-bico, lentilha e ervilha. As fibras insolúveis aceleram o trânsito intestinal, aumentando o bolo fecal. Suas principais fontes: farelo de trigo, grãos integrais e verduras. 

INSOLUVEIS SOLUVEIS

Lignina gomas
Mucilagens pectinas
Celulose e algumas hemiceluloses betaglucanas
Efeitos das Fibras Alimentares: As fibras exercem inúmeras ações sobre o sistema digestivo. Uma alimentação que apresente grande quantidade de fibras é mais volumosa e exige uma maior mastigação. Elas retardam o esvaziamento do estômago e com isso aumentam a saciedade e por isso são usadas e recomendadas em dietas para perda de peso. No intestino, as fibras têm capacidade de se fixar a determinadas substâncias, diminuindo assim sua absorção, como é o caso do colesterol e da glicose. No cólon (parte distal do intestino), as fibras aumentam o peso e a maciez das fezes, favorecendo maior número de evacuações. O aumento do volume das fezes está relacionado com a capacidade de fermentação de fibras, FOS, inulina e amido resistente e captação de água. Recomendações de fibras: Recomenda-se a adultos o consumo de 25- 30 g de fibras diariamente. Para crianças acima de 2 anos recomenda-se a regra “idade + 5”. Exemplo; criança de 10 anos de idade deve consumir 10g + 5 g = 15 g de fibras ao dia. Para atingirmos essas quantidades, nossa alimentação deve conter frutas, legumes, vegetais e grãos integrais.  Referencias Bibliográficas: – REDONDO, M.L.; e cols. Fibra Terapeutica. 2 ed. BYK Quimica, 2001.- KRAY, R.M.; et al. Origin, Chemistry, physiological effects and clinical importance of dietery fiber. Clin Invest Med, v. 1, p. 9-24, 1978.- LOPES, A.; VICTORIA, C.R. Ingestão de fibra alimentar e tempo de trânsito colônico em pacientes com constipação funcional. Arq Gastroenterol. São Paulo, v.45, n.1, 2008

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here