Alimentos orgânicos não são apenas vegetais e frutas, explica nutricionista

0
249

Alimentos orgânicos são aqueles que são 100% naturais, sem fertilizantes sintéticos, agrotóxicos, aditivos ou conservantes químicos, com respeito ao meio ambiente, responsabilidade social e muitos outros cuidados  ecológicos.

Ao contrário do que muitas pessoas acham, não existem apenas vegetais e frutas produzidos de forma orgânica. Qualquer alimento pode ser produzido sem nenhum tipo de aditivo químico: pães, doces, massas, além dos ovos, laticínios e carnes. Em alguns países europeus existe até a produção de bebidas alcoólicas, roupas e cosméticos totalmente naturais.

No mundo todo, a proporção de alimentos orgânicos à disposição das pessoas ainda é pequena. No Brasil menos de 1% das terras cultivadas geram alimentos livres de agrotóxicos, mas o crescimento é espantoso, mais de 30% ao ano.

A grande vantagem de consumir alimentos orgânicos está em não consumir os componentes que diferenciam estes produtos dos convencionais. Por mais que não existam estudos conclusivos sobre os efeitos nocivos dos agrotóxicos, sabe-se que eles têm uma ação cumulativa e que podem favorecer doenças como câncer, arterosclerose, dores de cabeça, problemas neurológicos, alergias e doenças degenerativas.

Em termos de macronutrientes (carboidratos, proteínas e gorduras), praticamente não existe diferenças entre os produtos orgânicos e os convencionais. Mas no que diz respeito aos micronutrientes (minerais, vitaminas, fitoquímicos, antibióticos naturais sintetizados por todas as plantas) os orgânicos se destacam. Eles também se destacam quanto ao sabor e durabilidade. A proliferação de bactérias nos produtos orgânicos é menor porque eles têm menos quantidade de água em sua composição, com isso sua durabilidade é maior.

O modelo de produção orgânica é mais justo e traz benefícios ecológicos em escala global. A biodiversidade inerente ao sistema tem a ver com locais que produzem de tudo um pouco, longe se ser um latifúndio monocultor. Tanto é assim que 70% da produção de orgânicos no Brasil vêm de núcleos de agricultura familiar.

Pode-se dizer que o produto orgânico é totalmente ecológico. Abrir mão dos químicos e se preocupar com a fertilidade da terra, em vez de se ater apenas aos resultados da produção são atitudes que defendem a biodiversidade e protegem o meio ambiente.

Hoje no Brasil há várias instituições que dão certificados de garantia aos produtos orgânicos: as duas mais importantes são a Associação de Certificação Instituto Biodinâmico (IBD)  e  a AAOCERT, ligada a Associação de Agricultura Orgânica, ambas são extremamente rigorosas e só concedem o selo de qualidade aos produtos que atendem todos os parâmetros sociais, ecológicos e de produção pertinentes aos orgânicos.

Dra. Ana Flávia Pinheiro – Nutricionista – CRN 1004

www.portaldocoracao.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here