Evitando quedas em idosos

0
79

Quedas em pessoas da terceira idade são comuns , por vários motivos: instabilidade motora , transtornos ortopédicos e visuais , tendência a quedas da pressão arterial na posição de pé ( muitas vezes ocasionadas por certos medicamentos ) , etc… Por tudo , isso é fundamental ter alguns cuidados que minimizem os risco das quedas , que associam-se a complicações , como fraturas ósseas e traumatismo cerebral. Abaixo , relacionamos alguma dicas relativas ao ambiente domiciliar , visando diminuir o risco de quedas: 

EM TODA A RESIDÊNCIA:

Mantenha uma boa iluminação em todos os cômodos da casa e uma luz na entrada principal da residência.  As lâmpadas devem ser de fácil manutenção e substituição.  Nunca deixe fios elétricos e de telefone desprotegidos. Prenda-os à parede.  Evite tapetes no chão, principalmente nas escadas. Se for usá-los, fixe-os ao chão.  Pinte de cores diferentes ou faça marcas visíveis no primeiro e no último degraus das escadas. Elas devem ter degraus com piso antiderrapante. Converse com seu médico sobre a necessidade de colocar barras de apoio (corrimão).  Use sapatos com saltos largos e calcanhares reforçados, para evitar que o pé se movimente. Não use chinelos. Prefira os calçados fechados.  Cuidado para não errar a dosagem dos remédios.  Não use camisolas e robes compridos, para evitar tropeços, principalmente no meio da noite.  No quintal, evite o acúmulo de folhas e flores úmidas no chão.  Ao dormir, deixe a luz do corredor acesa para auxiliar a visão caso acorde no meio da noite.  Se cair e tiver dores, procure assistência médica. Deixe o telefone em um local de fácil acesso, para quando for necessário pedir ajuda.

NO QUARTO:

Procure utilizar uma cama larga, com altura suficiente para que sentado você consiga apoiar os pés no chão, evitando tonturas. Ao deitar-se, utilize sempre um travesseiro para apoiar a cabeça.   Use uma mesa de cabeceira, de preferência, com bordas arredondadas e procure fixá-la ao chão ou à parede, para evitar que se desloque caso você se apoie nela. Mantenha uma cadeira ou poltrona no quarto, para que você possa sentar-se na hora de calçar meias e sapatos.  Os interruptores devem estar ao alcance de sua mão quando você estiver deitado na cama, para evitar que você se levante no escuro.  Evite prateleiras muito altas ou baixas, para diminuir o esforço físico ao procurar algum objeto.  Ao acordar a noite para ir ao banheiro , procure sentar-se um pouco e, levantar-se depois ( levantar subitamente poderá ocasionar um queda da pressão arterial, chamada de hipotensão ortostática ). 

NO BANHEIRO: 

O piso do box, assim como de todo o banheiro, deve ser antiderrapante.  Evite prateleiras de vidro e superfícies cortantes, e não use aquecedores a gás dentro do banheiro. Eles devem ficar em um local arejado da casa, como, por exemplo, a área de serviço.  Se for necessário, utilize barras de apoio no box e nas paredes próximas ao vaso sanitário.  O banheiro deve ter espaço útil para duas pessoas, para o caso de você precisar de ajuda.  Certifique-se de que os interruptores e as tomadas elétricas estão em locais altos e em áreas secas do banheiro.  Após urinar ou evacuar , fisiologicamente , ocorre uma queda da pressão arterial. Depois de usar o vaso sanitário , tenha cuidado com as quedas. Procure ter um apoio no caso de sentir tonturas e, volte lentamente para a cama.

NA COZINHA:

Os armários não devem ficar em locais muito altos. Guarde os objetos que são pouco utilizados nos armários superiores e os de uso freqüente, em locais de fácil acesso.  Evite colocar peso nas portas da geladeira e utilize as prateleiras que não exijam que você abaixe ou levante muito os seus braços.  Os fornos elétricos e os microondas devem ser instalados em local de fácil acesso. Lembre-se de desligar fornos, microondas e ferros de passar roupa, após o uso.

NAS SALAS: 

Procure utilizar cores claras nas paredes e aumentar a iluminação, tornando-a três vezes mais forte que o normal, para compensar suas dificuldades visuais. Uma boa dica é completar a iluminação fazendo uso de luminárias de fácil manutenção.  Opte por sofás e poltronas confortáveis, com assentos não muito macios, e que facilitem os atos de sentar-se e levantar-se. – Evite quinas de vidro, metal ou materiais cortantes em mesas de apoio.  Não use tapete embaixo da mesa da sala jantar e deixe um espaço no entorno da mesa para a movimentação das pessoas.  Prefira pisos antiderrapantes.

Fonte: www.qualivida.intermedica.com.br

www.portaldocoracao.com.br

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here