Especialista explica a técnica correta da medida da pressão arterial

0
190

A medida da pressão arterial realizada em casa casa ou no trabalho (automedida da pressão arterial) é muito útil tanto para o diagnóstico da hipertensão arterial como também para o acompanhamento dos pacientes hipertensos.

A pressão arterial obtida medida no ambiente médico (consultório, clínica ou hospital) poderá apresentar algumas limitações.

Atualmente entendemos melhor como a pressão arterial dos indivíduos se comporta no ambiente médico. Nestas situações esta poderá se manter dentro da média habitual (corresponde a maioria dos casos), se elevar ou até se comportar com valores inferiores aos obtidos habitualmente em medidas realizadas em casa ou durante o trabalho.

A MAPA (monitorização ambulatorial da pressão arterial) e a MRPA  (monitorização residencial da pressão arterial) são exames complementares baseados em medidas da pressão arterial fora do consultório.

A medida ocasional da pressão arterial realizada pelo paciente fora do ambiente médico (preferencialmente utilizando um aparelho validado), é chamada de automedida da pressão arterial.

Medida correta da pressão arterial

-Devemos realizar a medida da pressão arterial em situações normais do cotidiano. As medidas da pressão arterial realizadas em situações de estresse, nervosismo, dor,  ou ainda, após uma noite de sono ruim, podem não  traduzir a pressão arterial habitual do paciente. Evite medir a pressão arterial nestas situações.

– A medida da pressão arterial também não dever ser um ato diário ou compulsivo, pois a própria expectativa sobre o valor obtido da pressão arterial poderá afetar o valor final desta medidas.

-Realize  as medidas da pressão arterial em ambiente tranquilo, com temperatura agradável, sem estar de bexiga cheia, não ter feito exercícios físicos há 60 minutos antes, sem ter ingerido álcool, café, alimentos ou fumado até 30 minutos antes. É necessário um repouso na posição sentada de pelo menos 5 minutos antes das medidas. Não falar durante as medidas.

-Utilize um aparelho de medida da pressão arterial adequado. Os aparelhos eletrônicos  valiados  (testados por entidades internacionais especializadas) são os ideais, pois minimizam erros na interpretação das medidas da pressão arterial e, são muito confiáveis. No Brasil dispomos de duas marcas que apresentam aparelhos validados: Onrom e Microlife.

Os aparelhos aneróides e os de coluna de mercúrio utilizam um método de medida da pressão arterial de chamado palpatório-auscultatório, que exige um treinamento adequado.

– Coloque o manguito (bolsa de borracha) no braço livre de roupas sem garroteamento (compressão) por roupas apertadas. Se o seu braço for muito grosso (circunferência medida com fita métrica igual ou maior que 35 cm) ou muito fino (circunferência igual ou menor que 26 cm) será necessário a utilização de um manguito de tamanho especial (maior e menor, respectivamente ), fora do padrão habitual.

-Realize as medidas sentado com as costas apoiadas. Utilize sempre o mesmo braço ou aquele que apresenta maiores valores de pressão arterial. Apoie o braço na altura do coração com a palma da mão voltada para cima e sem movimentação durante as medidas. A parte inferior do manguito deverá estar cerca de 2 a 3 cm acima da prega do cotovelo (região que divide o braço do antebraço). Não fale durante as medidas.

-Realize  3 medidas (com um minuto de intervalo entre elas) antes da tomada dos medicamentos (caso você faça uso de medicação) e  duas horas antes e/ou após o  jantar ou almoço, totalizando neste dia 6 a 9 medidas. Anote em um caderno o dia, hora e valor obtido em cada medida. Traga as anotações para o seu médico no dia da sua consulta. Essas medidas serão mais úteis do que as poucas medidas realizadas no dia da consulta.

“O PORTAL DO CORAÇÃO SUGERE: PARA A AUTOMEDIDA DA PRESSÃO ARTERIAL UTILIZE APARELHOS ELETRÔNICOS AUTOMÁTICOS. CASO A CIRCUNFERÊNCIA DE SEU BRAÇO (MEDIDA COM UMA FITA MÉTRICA) SEJA INFERIOR A 27 CM OU MAIOR QUE 34 CM  SUGERIMOS A COMPRA DE UM MANGUITO (BOLSA DE BORRACHA) DO TIPO ADULTO PEQUENO OU ADULTO GRANDE  “

Autor: Dr. Tufi Dippe Jr – Cardiologista de Curitiba – CRM/13700.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here