Tratamento por cateter diminui a pressão arterial de hipertensos graves?

0
199

A inervação dos rins por fibras nervosas é fundamental no surgimento e na manutenção do quadro de hipertensão arterial. Essa inervação libera neurotransmissores que são capazes de aumentar a pressão arterial.

Pesquisadores de Melbourne (Austrália) relataram os efeitos positivos da desnervação dos rins em portadores de hipertensão arterial grave e resistente ao tratamento com medicamentos, ou seja, o uso de no mínimo três anti-hipertensivos em doses adequadas, sendo um deles um diurético.

Esses pesquisadores testaram o impacto da ressecção dos nervos simpáticos renais (que passam junto das artérias renais), através de uma técnica por cateter chamada de ablação por radiofrequência, na pressão arterial de hipertensos graves e resistentes. Esse tipo de ablação já é muito utilizado para o tratamento de algumas arritmias cardíacas.

A denervação simpática por cateter foi avaliada nos estudos SYMPLICITY conduzidos em pacientes com hipertensão arterial resistente.

Infelizmente, meta-análises recentes (análise conjunta dos resultados de vários estudos) não confirmaram os resultados promissores iniciais, no entanto, pesquisadores ainda acreditam que o aprimoramento dessa técnica no futuro poderá trazer resultados benéficos sobre a pressão arterial de hipertensos graves e resistentes aos medicamentos.

Autor: Dr. Tufi Dippe Jr – Cardiologista de Curitiba – CRM/PR 13700.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here