Usuários do SUS terão acesso aos tratamentos de genética médica

0
70

Portaria ministerial prioriza prevenção de anomalias genéticas, deficiência mental e problemas de metabolismo.A partir do mês de fevereiro, os usuários do Sistema Único de Saúde (SUS) terão acesso aos tratamentos de genética médica voltados para à prevenção de doenças.

A Portaria 81/09 instituiu a Política Nacional de Atenção Integral em Genética Clínica. Anunciada em dezembro do ano passado, a proposta acrescenta exames e aconselhamento genético à rede de saúde pública. Em um primeiro momento, as prioridades do Ministério da Saúde foram divididas em três grupos de atendimentos: as anomalias congênitas, a deficiência mental e os erros inatos de metabolismo (falta de enzimas no organismo).

Nos últimos 25 anos, as enfermidades genéticas saltaram do quinto para o segundo lugar nas principais causas de mortalidade infantil brasileiras. No país, cerca de 3% dos nascidos vivos têm anomalias congênitas e 15% são atingidos pelas deficiências mentais. De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), cerca de 5% das gestações em todo o mundo são acometidas pelas doenças hereditárias. O especialista em genética médica Salmo Raskin, presidente da Sociedade Brasileira de Genética Médica, afirma que a portaria significa um avanço no sistema de saúde brasileiro.

Fonte:Conselho Regional de Medicina-PR(2009).

www.portaldocoracao.com.br  

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here