Bullying no trabalho associa-se a maior risco de complicações cardiovasculares

0
85

As doenças ocupacionais provenientes de complicações no ambiente de trabalho são algumas das causas recorrentes da ida dos pacientes ao consultório; entre as principais reclamações estão cansaço, esgotamento e estresse. A pressão do dia a dia por alcance de metas e resultados é comum em qualquer ambiente empresarial, porém o funcionário pode vir a adoecer caso a cobrança se transforme em abusos como bullying ou assédio moral.

Uma pesquisa divulgada recentemente associou o bullying no trabalho a um risco maior de desenvolvimento de doenças cardiovasculares. Pesquisadores da Suécia e da Dinamarca realizaram um estudo randômico e multicêntrico com registros de três bancos de dados, entre 1995 e 2011, e os resultados foram publicados em 19 de novembro no periódico European Heart Journal.

Bullying no trabalho

O levantamento selecionou 79.201 trabalhadores, homens e mulheres entre 18 e 65 anos, sem diagnóstico de qualquer doença cardiovascular. A identificação dos indivíduos que sofriam bullying no trabalho foi realizada por meio de questionário. Do total dos participantes, 9% relataram sofrer algum tipo bullying em ambiente laboral e 13% responderam que viveram situações de violência durante o ano anterior ao da pesquisa.

O tempo de acompanhamento foi de 12,4 anos, nesse período foram registrados 3.229 incidentes relacionados a eventos cardiovasculares, que consistiam principalmente em infarto agudo do miocárdio (IAM), acidente vascular cerebral (AVC) isquêmico e hemorrágico.

Resultados

Depois do ajuste por idade, gênero, país de origem, estado civil e nível educacional, os pesquisadores constataram que os participantes que relataram sofrer bullying no trabalho tinham 59% mais riscos de sofrerem algum evento cardiovascular se comparados aos indivíduos que responderam não sofrer bullying.

Nos participantes que responderam sofrer bullying, o risco para AVC hemorrágico foi maior do que o risco para o AVE isquêmico.

Fonte: PEBMED.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here