Cirurgia bariátrica cura mais de três quartos dos diabéticos obesos, diz revisão

0
268
Word cloud concept illustration of diabetes condition

A prevalência da associação entre obesidade e diabete melito tem crescido na maior parte do mundo. Uma revisão de vários estudos teve como objetivo principal determinar o impacto da cirurgia bariátrica em obesos portadores de diabete melito do tipo 2.

Esta revisão incluiu todos os estudos publicados entre os anos de 1990 e 2006, englobando um total de 11.175 pacientes. A idade média dos indivíduos era de 40,2 anos, o índice massa corporal (IMC) médio era de 47,9 kg/m2, e cerca de 80% eram mulheres. Aproximadamente  10% destes pacientes já tinham sido submetidos à procedimentos bariátricos prévios.

A análise dos resultados demonstrou que após a cirurgia bariátrica havia uma redução de 55,9% do excesso de peso. Cerca de 78,1% dos obesos diabéticos obtiveram resolução total de seu quadro após a cirurgia, e o diabete melhorava ou era resolvido totalmente em 86,6% dos pacientes estudados.

A perda de peso seguida da resolução do diabete melito era maior nos casos das cirurgias restritivas (que diminuem o tamanho de estômago) e disabsortivas (que diminuem a área de absorção dos alimentos pelos intestinos).

Os autores da revisão concluem que as manifestações clínicas e laboratoriais do diabete melito do tipo 2 eram resolvidas ou melhoradas na grande maioria dos pacientes submetidos à cirurgia bariátrica, principalmente nos casos associados a grandes perdas de peso, mantidas por dois anos ou mais.

Fonte: American Jounal of Medicine.

Autor: Dr. Tufi Dippe Jr – Cardiologista de Curitiba – CRM/PR 13700.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here